A Fragilidade Mundial

0
508

Última atualização:

Michelle Fernandes (*)

Não é de se estranhar o prenúncio de uma guerra. O mundo vive hoje um momento muito sensível e delicado. Os mercados estão enfraquecidos, as economias desaceleradas, com governos cada vez mais autoritários. Talvez o advento desenfreado da globalização tenha criado esse monstro – esse seria o seu lado ruim. A facilidade e a rapidez na troca de informações foi crucial para o desenvolvimento mundial, principalmente no comércio internacional, mas também gerou as conhecidas Fake News. A globalização, a luta eterna pelo poder e pela riqueza podem ser também responsáveis por esse caos instalado.

A intolerância e a falta de diplomacia no mundo resultam em disputas sanguinárias por poder e dinheiro. De forma geral, o mundo passa por uma grande crise, de um lado os mercados forçando o intercâmbio de mercadorias para fortalecer o comércio global, de outro as economias se fechando para proteção interna e enriquecimento de suas nações.

Chegamos a um grande colapso e embate mundial. O resultado dessa disputa de braços são países enfraquecidos democraticamente. O mundo atual vive em crise política, econômica e social. E o pior: nenhum diálogo e pouquíssima diplomacia. Aonde iremos chegar?

(*) Michelle Fernandes é CEO da M2Trade e especialista em Comércio Exterior

 

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta