Abicalçados: nova alíquota de 3% do Reintegra melhora condições de competitividade do setor

0

Novo Hamburgo – O anúncio de antecipação da nova alíquota do Reintegra, feito ontem (29) pelo ministro da Fazenda Guido Mantega, gerou reações positivas por parte dos calçadistas brasileiros. Para a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), a antecipação da nova alíquota de devolução dos valores pagos em impostos aos exportadores de manufaturados, que será de 3% do valor total exportado a partir de outubro, deve trazer um novo fôlego para a indústria neste final de ano.

Para o presidente-executivo da entidade calçadista, Heitor Klein, o alíquota, que agora volta ao valor original adotado em dezembro de 2011, irá contribuir para a formação de preço mais competitivo para as exportações. “Devemos notar uma melhora nos embarques das encomendas para dezembro e janeiro de 2015, mas nada que possa salvar o ano ruim da indústria calçadista”, avalia.

Segundo ele, a crise da Argentina, segundo principal mercado dos exportadores de calçados, deve arrefecer o impacto da medida do Governo Federal. “A queda de 35% nas exportações para a Argentina, que deve fechar 2014 com o pior resultado desde 2002 – ano após a grande crise instalada pelo calote de 2001 – será determinante para um resultado negativo. É possível que, com a nova alíquota do Reintegra, ao menos, consigamos empatar com 2013, o que já será um grande feito para o setor”, afirma o executivo.

Fonte: Abicalçados

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta