ABPA busca aumento das exportações de frangos e suínos com participação em feira na China

0

São Paulo – Uma missão coordenada pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) seguirá para a China, na próxima semana, para participar de uma série de ações junto a autoridades e a compradores locais.

Uma delas acontecerá em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), na Food & Hotel China (FHC) 2014, em Shanghai.  Durante o evento – que acontece entre os dias 12 e 14 de novembro – a entidade promoverá reuniões com importadores locais.

Aproveitando o público presente, a ABPA realizará degustações de aperitivos de frangos e suínos, para divulgar o sabor e a qualidade dos produtos.  Mais de 100 quilos de produtos avícolas e suinícolas serão utilizados na ação.  Junto com a degustação, serão distribuídos materiais informativos em mandarin, que destacam os diferenciais dos produtos de aves, ovos e suínos do Brasil, como o status sanitário

.

Além da participação na feira, a ABPA realizará encontros com autoridades chinesas, com o objetivo de agilizar a habilitação de mais plantas para exportação de carne de frangos e de suínos àquele mercado.  Atualmente, 29 plantas avícolas estão autorizadas a exportar para o destino asiático.

“A China já é o sexto maior importador de carne de frango do Brasil, mas ainda há um grande espaço de mercado para atuarmos.   Neste sentido, respaldado pela parceria que já temos estabelecida, buscaremos agilizar a habilitação de novas plantas cujo processo já está adiantado.  Com isto, no curto prazo, o fluxo de exportações para o mercado chinês poderá ser ainda maior”, ressalta o vice-presidente de Aves da entidade, Ricardo Santin, que coordenará a ação.

Entre janeiro e setembro deste ano, os embarques de carne de frango para a China cresceram 20,4% em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 168,5 mil toneladas.  Em receita, o crescimento foi de 17,2%, com US$ 382,6 milhões no mesmo período.

Ao mesmo tempo, a ABPA trabalhará para incrementar os embarques de carne suína para a China, que não tem a mesma expressividade do setor de aves.  Nos nove primeiros meses de 2014, foram embarcadas para lá 753 toneladas do produto, desempenho 16,5% menor em relação ao ano anterior.

ABPA busca aumento das exportacoes de frangos (2)“A China é, atualmente, a maior consumidora de carne suína do mundo, com números superiores à 50 milhões de toneladas anuais, duas vezes mais que a União Europeia (2° maior). É um gigantesco mercado, que está entre os maiores importadores mundiais no segmento. Nesta missão, queremos destacar nosso status sanitário como grande diferencial brasileiro no mercado internacional”, ressalta o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra, lembrando que o Brasil permanece livre de Diarreia Suína Epidêmica (PED), enfermidade que tem afetado mercados produtores pelo mundo – inclusive, a China.

Fonte: ABPA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta