ABPA e órgão chinês assinam acordo sobre cooperação e comércio de carne suina e de frango

0

São PauloA Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e a Associação de Inspeção e Quarentena da China (CIQA) – órgão vinculado à Administração de Supervisão de Qualidade Inspeção e Quarentena (AQSIQ), equivalente à Secretaria de Defesa Agropecuária brasileira) – assinam hoje (14), em Pequim (China), um acordo de cooperação sobre o comércio de carne suína e de frango.

Neri Geller, ministro da Agricultura Pecuaria e Abastecimento brasileiro
Neri Geller, ministro da Agricultura Pecuaria e Abastecimento brasileiro

O vice-presidente de aves da ABPA, Ricardo Santin, representará a entidade na assinatura do acordo, que contará com a presença do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento brasileiro, Neri Geller e do Secretário de Relações Internacionais do ministério, Marcelo Junqueira.

Com o objetivo de estimular o comércio de produtos avícolas e suinícolas entre os dois países, o acordo estabelece parâmetros de cooperação em negócios. Por meio dele, brasileiros e chineses colaborarão com a troca de informações que contribuam para a ampliação do comércio entre os dois países – como legislações, requerimentos técnicos e outros.

Além da troca de informações, o acordo envolve programas de treinamento, realização de conferências conjuntas periódicas, consultorias, visitas, intercâmbio de estatísticas e medidas de combate a fraudes nas exportações.

“A China é um mercado consolidado para a carne de frango brasileira e está aumentando sua importância para as agroindústrias de carne suína. Por meio deste acordo de cooperação, queremos intensificar nossas relações e fortalecer a confiança chinesa nas relações comerciais com o setor exportador de aves e suínos do Brasil”, destaca o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra.

Marcelo Junqueira Secretário de Relações Internacionais do ministério
Marcelo Junqueira Secretário de Relações Internacionais do ministério

A CIQA detém acordos semelhantes com entidades das cadeias produtoras de aves, suínos e bovinos da Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos e Europa.

No encontro, a ABPA buscará habilitar novas plantas avícolas e suinícolas para exportação. Atualmente, são 29 plantas habilitadas para embarcar carne de frango ao território chinês.

Fonte: ABPA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta