Ajuste fiscal e mobilização do empresariado dominam pauta em evento do WTC Business Club

0

São PauloO WTC Business Club promoveu hoje o encontro de 40 empresários, de diversos setores da economia, com o presidente da Federação Brasileira de Bancos(Febraban), Murilo Portugal, e o diretor-geral da Total E&P do Brasil, Maxime Rabilloud. O evento comandado pelo presidente do Conselho Consultivo do WTC São Paulo, Sr Ozires Silva, teve o objetivo de discutir o panorama econômico do Brasil.

Entre os temas abordados estavam a necessidade de mobilização e organização do setor privado em relação às ações do governo federal e a política do ajuste fiscal. “Temos que ser protagonistas das decisões do nosso País para mudar o cenário atual e promover o desenvolvimento da nossa economia”, afirmou Ozires Silva.

Para o presidente da Febraban, Murilo Portugal, o setor privado é parte importante da retomada do crescimento econômico. “Os empresários precisam se organizar de forma mais eficiente para evitar o aumento das despesas públicas”, disse. Para ele, o Brasil voltará a crescer com o investimento em inovação e qualificação dos trabalhadores, aumento da taxa de produtividade e da poupança doméstica.

“O Brasil tem taxa de produtividade do trabalho que é muito baixa e está estagnada, com crescimento médio anual de 1% registrado na última década, enquanto a taxa da poupança doméstica é de apenas 14%”, destacou Portugal.

Para o representante dos bancos, o investimento estrangeiro continuará chegando ao País, mesmo com a crise. “As empresas vêm não pelo que o Brasil é hoje ou será em 2016, mas como será daqui a dez anos. Oferecemos condições de mercado que outros países não oferecem”, afirmou Portugal.

Segundo ele, “o setor bancário é a solução para essa crise. A oferta de crédito cresceu acima do PIB e os bancos têm se mostrado preparados para o momento”. Muitas instituições adequaram sua carteira de crédito para o período, com a maior oferta de crédito imobiliário e consignado.

Já o diretor-geral da Total E&P do Brasil, Maxime Rabilloud, salientou a importância de continuar os investimentos na área do petróleo como alternativa para o desenvolvimento do Brasil. “O desafio atual do setor é garantir a capacidade de produção ao conquistar condições favoráveis para sua exploração. A Total acredita no Brasil, tanto que em 2013 destinou cerca de 2 bilhões de dólares para ampliar suas atividades no País”, revelou.

Participaram da reunião do Conselho Consultivo do WTC Business Club empresas como Morgan Stanley, Chubb Seguros, Unilever, Adidas, AES Brasil, ABB, YKP, Atento, Bob’s, entre outros.

Fonte: RP1 Comunicação

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta