Alemanha é um dos principais destinos para as exportaçoes do setor coureiro calçadista brasileiro

0

Novo Hamburgo – O núcleo de Inteligência Competitiva da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) em conjunto com o Footwear Components by Brasil – projeto promovido juntamente com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) – realizaram o estudo de oportunidades para o mercado alvo da Alemanha, estruturado por produtos de Moda, Tecnologia e Químicos para Couro.

A análise aponta que, atualmente, a Alemanha é um dos principais destinos das exportações brasileiras de materiais para o setor coureiro calçadista, responsável por importar no primeiro semestre de 2015 US$ 34 milhões – o equivalente a 7,8% de participação do total exportado pelo Brasil.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), dentre os principais segmentos adquiridos pelo mercado alemão estão cabedal (78,1%); palmilha (6,1%); produtos químicos para calçado (5,5%) e outros (10,3%). 

O estudo oferece às empresas do setor coureiro calçadista – sejam elas associadas, participantes do FC by Brasil ou público em geral – subsídios que permitem aumentar sua participação nos mercados interno e externo. Entre os tópicos abordados são citados Dados Econômicos Gerais e Localização; Cenário Econômico: previsão do PIB, taxa de desemprego, inflação, balança comercial;  Infraestrutura e Logística; Ambiente de Negócios: facilidade de fazer negócios, produção e consumo de energia; Análise Setorial: Comércio exterior de calçados, produção de calçados, número de empresas, empregados, consumo; Comércio Exterior: Oportunidades de agregação de valor e Market share para as verticais de Moda e Tecnologia; Conclusões e Recomendações; Ações Promocionais e Contatos Institucionais.

Para mais informações sobre o estudo, entre em contato pelo emailrelacionamento@assintecal.org.br.

A+A 2015

Visando aproveitar as oportunidade do mercado alemão, de 27 a 30 de outubro as indústrias do setor de materiais para calçados, couros e artefatos participarão da feira A+A 2015, na Alemanha – especializada em segurança no trabalho, medicina no trabalho, roupas protetoras, aparelhos medicinais, serviço de salva-vidas, auxilio em acidentes. Segundo o consultor belga Filip Lietaer, a Alemanha responde por 39% de todos os calçados de segurança fabricados no mundo.

Fonte:  Assintecal

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta