Apesar dos protestos e da queda de 14,2%, Hong Kong recebeu 55,9 milhões de turistas em 2019



Última atualização: 16 de Janeiro de 2020 - 14:20
0
240

Hong Kong – As chegadas de visitantes a Hong Kong em 2019 totalizaram 55,9 milhões, queda anual de 14,2%, anunciou na quarta-feira (15) o Comitê de Turismo de Hong Kong (HKTB, em inglês).

As chegadas de visitantes no primeiro semestre de 2019 registraram uma alta de 13,9%, mas o número de visitantes começou a cair em julho devido aos incidentes sociais, e a queda piorou nos meses seguintes, causando uma queda de 39,1% no segundo semestre deste ano, de acordo com o HKTB.

Todos os mercados de origem registraram queda de visitantes em 2019. A parte continental da China e os mercados de curta distância registraram uma queda de 14,2% e 18,7%, respectivamente, enquanto os de longa distância e os novos mercados caíram 12,7% e 13,5%, respectivamente.

Os visitantes que ficaram na cidade por pelo menos uma noite em 2019 também diminuíram para 23,76 milhões, queda de 18,8%.

Foto: Xinhua/Lu Hanxin

“A indústria de turismo de Hong Kong tem enfrentou desafios excepcionais no ano passado, mas tenho confiança em nossa resiliência e atração como um destino de viagem a nível mundial”, disse o presidente do HKTB, YK Pang.

“O HKTB lançou promoções para certos mercados de curta distância, incluindo Índia, Indonésia, Filipinas, Coreia do Sul e Tailândia, e estenderemos essas promoções a outros mercados como Japão e mercados de longa distância”, disse Pang.

“Ao mesmo tempo, estamos trabalhando numa grande promoção global que reconstruirá a imagem turística de Hong Kong e ajudará na recuperação da indústria turística”, acrescentou.

O HKTB disse que elaborou uma campanha tática intitulada “Hong Kong is ON” no início do mês passado para promover mais de 500 ofertas atrativas em uma plataforma online, cobrindo voos, hotéis, refeições, venda ao varejo e atrações.

“A campanha está sendo promovida em vários mercados para atrair visitantes a Hong Kong. Desde seu lançamento, recebemos feedback positivos na campanha”, disse ele, acrescentando que as ofertas serão constantemente atualizadas para estimular o gasto dos visitantes e residentes para beneficiar diferentes setores em Hong Kong.

 

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta