APM Terminals Pecém registra crescimento de 10% em 2020, a maior alta entre os portos brasileiros

0

Fortaleza (CE) – A APM Terminals Pecém alcançou diversas conquistas no ano que passou. O Terminal cresceu na casa dos dois dígitos em 2020 atingindo 387.717 TEUs movimentados. Os números representam um crescimento de cerca de 10% em relação a 2019, com destaques para a exportação de unidades refrigeradas e para a importação.

A Cabotagem subiu 5% no volume total em comparação com 2019, registrando cerca de 330 mil TEUs movimentados durante 2020. Com isso, o modal segue representando a maioria das movimentações do Terminal com cerca de 85% do volume total. A APM Terminals Pecém oferece 6 linhas de Cabotagem interligando o sul ao nordeste do país e Manaus, sendo ponto de para estratégica para exportação e importação.

Já na avaliação das cargas de Longo Curso, a APM Terminals Pecém registrou aumento de 49% frente ao ano de 2019. A exportação e importação representam 15% do volume total movimentado.

Pecém também destacou-se no cenário nacional, sendo o Terminal que apresentou maior crescimento no Brasil em 2020. Segundo dados do Datamar, em 2020, a APM Terminals Pecém ficou em primeiro lugar no crescimento das exportações, com índice de 46,60%, e em segunda colocação no sentido da importação, com aumento de 19,56%.

Para o Diretor Superintendente da APM Terminals Pecém, Daniel Rose, o crescimento surpreendeu: “Nós iniciamos o ano com uma perspectiva de crescimento entre 5 e 6%, porém, a chegada da pandemia fez com que a empresa se preparasse para vários cenários, inclusive de queda”, comenta. E Daniel destaca também que foi preciso resiliência e dedicação para enfrentar a pandemia, resguardar a vida das pessoas e, ao mesmo tempo, manter o foco na qualidade da prestação dos serviços, tão essenciais: “Nosso trabalho não podia – e não pode parar – então, adotamos todas as medidas possíveis de segurança e seguimos operando com qualidade e, aos poucos, vimos os resultados aparecerem de forma surpreendente”, afirma o superintendente.

Pecém retorna a primeira posição no mercado de exportação de frutas do Nordeste

O Terminal da APM Terminals em Pecém ainda vem colhendo bons frutos dos resultados do excelente desempenho de 2020. Grande responsável por esse desempenho foi o mercado de exportação de frutas da região, em que o Terminal de Pecém cresceu 13 pontos percentuais no market share chegando a 33%, tornando-se um dos Portos que mais exportou frutas na região do Nordeste

Além do crescimento expressivo de market share, a APM Terminals Pecém teve aumento de 73% no volume de movimentações de contêineres para a safra de frutas de 2020/2021. Sendo o principal Terminal de exportação e a principal escolha dos maiores exportadores da Região.

Para o Head Comercial da APM Terminals Pecém, André Magalhães, as conquistas de 2020 somam o potencial da região ao modelo de excelência focado nos clientes adotado pela Companhia. “Implantamos a cultura Lean em todas as áreas da empresa, com foco em melhoria contínua, padronização de processos e redução de desperdícios. Nosso compromisso é oferecer uma experiência com padrão de classe mundial, seja para os clientes que chegam de navio ou que entram pelo nosso Gate. Nossos clientes estão fazendo parte dessa jornada, com a vantagem particular de se beneficiar de uma cultura Lean nesse processo. As melhorias de produtividade resultantes não apenas reduzem os desperdícios , mas também geram valor, confiança e segurança para os clientes, permitindo uma cadeia logística mais eficaz e eficiente para todos”. explica André.

Além disso, ele destaca a infraestrutura como ponto importante de atração de maiores navios e mais serviços para Região. “Temos total capacidade de absorver todo esse potencial, contamos, por exemplo, com diversas facilidades como de operar com dois guindastes Super-Post-Panamax, que elevam a capacidade operacional e reduzindo o tempo de operação nos navios no Porto. Além de atuar com Scanner 100% operacional, agendamento automático para entrega e retirada de contêineres, dispor de 1200 tomadas frigoríficas (a maior oferta da região), que reduzem o tempo de espera do caminhão e mantém a temperatura das cargas, dentro da solicitação acordada com o cliente. Tivemos ainda uma extensão de cais, com a inauguração de um novo berço no ano passado pelo Governo do Estado, que aumentou capacidade de receber dois navios atracados simultaneamente e assim reduzir o tempo ocioso entre a operação de um navio para o outro. Fazemos parte de um seleto grupo de Terminais no Brasil habilitados a operar navios com LOA de 366m e 15,3m de calado, podendo receber uma nova família de super navios com capacidade de mais de 12 mil TEUs”, completa André.

2021 Segue com movimentação em alta

Seguido de um ano de crescimento expressivo em números operacionais, o Terminal de Pecém continua seu desenvolvimento e registra o melhor resultado de janeiro em operações de contêiner. Ao longo do dos dois primeiros meses de 2021 do ano, a APM Terminals Pecém movimentou mais de 65,4 mil TEUs, representando um crescimento de 15,9% frente 2020.

Grande parte desse crescimento se deve ao ótimo resultado foi devido aumento das movimentações de cargas de Cabotagem, que encerrou fevereiro com cerca de 54 mil TEUs, 17% a mais do que o mesmo período de 2020. A exportação de cargas também se destacou com aumento de 26,8%.

(*) Com informações da APM Terminals Pecém

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta