Após vender para os Emirados, empresa vai exportar açaí para Argélia, Arábia Saudita e Egito

0

Dubai – A polpa de açaí da marca brasileira Amaçaí está presente nos restaurantes, cafés e supermercados de Dubai, e agora a empresa negocia colocar seu produto num quiosque de mercadorias brasileiras em Abu Dhabi, além de contar com encomendas da Argélia, Arábia Saudita e Egito.

A empresa participa pela quarta vez da Gulfood, feira do setor alimentício em Dubai, e vê seus negócios crescerem na mostra. “Arábia Saudita e Egito nós fechamos aqui”, conta Nasser Laieb, gerente-geral da Sahd General Trading, companhia local que comercializa os produtos da marca brasileira nos países árabes.

“No começo era difícil as pessoas aceitarem o produto. Conseguimos colocá-lo no mercado na terceira feira. Agora, ele é conhecido e as pessoas começam a procurá-lo”, declarou Laieb. Segundo ele, a empresa tem recebido compradores interessados até em usar o açaí como ingrediente em outros pratos. “Trabalhamos muito para fazer o produto conhecido”, destacou.

Segundo Laieb, há compradores de outros países da região com interesse no açaí da empresa brasileira. “Kuwait, Catar, Líbano, Irã e Iraque estão interessados”, revelou.

De acordo com João Batista Ribeiro, diretor-comercial da Brasphil, comercial exportadora que é sócia da Amaçaí, as encomendas da Argélia, Arábia Saudita e Egito são de um contêiner com 12 toneladas de mercadorias para cada país. As empresas compradoras são distribuidoras de alimentos.

O brasileiro contou que a Amaçaí produz 2,5 mil litros de açaí por dia e que com os novos pedidos deve passar a exportar 50% de sua produção. Antes, a indústria exportava somente para Emirados e Filipinas.

Com o sucesso nas vendas, Ribeiro diz ter objetivos ainda maiores. “Nossa meta é enviar 65% [da produção] para o mercado externo esse ano”, completou.

Fonte: ANBA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta