Aurora da Amazônia investirá R$ 80 milhões em obras no Novo Porto Seco em Anápolis (GO)



Última atualização: 25 de Abril de 2019 - 17:27
0
680

Empresa venceu concorrência e aguarda apenas a finalização de processo de concessão para iniciar atividades e levar toda a sua expertise adquirida ao longo de mais 40 anos no Brasil. Empresa prevê criação de 300 empregos diretos e 1.200 indiretos.

A Aurora da Amazônia – empresa que carrega uma história de mais de 40 anos inserida ao Grupo que congrega 7 grandes empresas na área de comércio exterior, logística, transporte, movimentação e armazenagem de cargas em todo o País – venceu com a melhor proposta para exploração do Porto Seco na cidade de Anápolis (GO).

Na reta final para finalizar o processo licitatório e iniciar a concessão (o prazo máximo final é 1º de julho), a empresa anunciou os valores de investimento para construção e modernização da nova estrutura alfandegada: R$ 80 milhões.

É imperativo destacar que tais investimentos serão superados, em curto prazo, se considerar as áreas de armazenagem e de pátios, máquinas, terrenos e escritórios. Outro fator relevante, consequência desses avanços, será o aumento da arrecadação do Município de Anápolis e do estado de Goiás.

 Melhor do Brasil, 300 empregos diretos e 1.200 indiretos –

“Queremos entregar para a Região Centro-Oeste o melhor Porto Seco do Brasil”, prevê Marcello Di Gregório, diretor da Aurora da Amazônia. A empresa estima que serão gerados 300 empregos diretos e 1.200 indiretos. O estado de Goiás é a 9ª economia do País, com um último PIB estimado em quase 200 bilhões de reais.

A Aurora da Amazônia atrairá indústrias da Região para utilizar o Porto Seco tendo em vista suas vantagens logísticas altamente competitivas. Em 02/04/18, a Aurora sagrou-se vencedora da licitação Concorrência RFB/SRRF01 nº 01/2017, realizado pela Receita Federal para prestação de serviço público em porto seco a ser instalado em Anápolis, tendo a sua proposta se sagrado vencedora com nota obtida bem superior (8,2) àquela apresentada pela empresa Porto Seco Centro-Oeste (3,7). Isso significa que a Aurora da Amazônia ofertou preços 44% (quarenta e quatro por cento) inferiores ao atual permissionário.

“Nossa proposta superou, e muito, o atual gestor e segundo colocado no certame licitatório. Com isso, traremos vantagens econômicas importantes para os usuários dos serviços e atrairemos a força exportadora e importadora do Centro-Oeste”, conclui Di Gregório.

A empresa projeta ainda dotar o Porto Seco com tecnologias e equipamentos de última geração e se utilizar de toda a sua expertise nos serviços de gestão de Portos Secos nos Estados de São Paulo e do Amazonas, onde exerce a administração e operação de concessões semelhantes, reconhecidas pelo mercado brasileiro por sua excelência na prestação de serviços. A empresa possui as certificações exigidas por usuários e autoridades, além de receber premiações de clientes por sua performance. A satisfação dos clientes da Aurora pode ser mensurada por meio do “Relatório da Comissão de Avaliação de Serviços de Portos Secos”, elaborado pelo Ministério da Fazenda e a Secretaria da Receita Federal, no qual obteve a média de satisfação de 8,9.

Sobre a Aurora da Amazônia:

Aurora da Amazônia Terminais e Serviços Ltda é uma empresa com reconhecida capacidade na operação de portos secos, com mais de 20 (vinte) anos de atuação e ampla capacidade técnica em atividades de comércio exterior, logística, transporte, movimentação e armazenagem de cargas.

Diante dos seus contratos celebrados com a Administração Pública, a Aurora é periodicamente submetida a um rigoroso processo de fiscalização e de auditorias, atendendo aos critérios impostos pelos mais conceituados órgãos de certificação e licenças, como por exemplo, o certificado ISO 9001:2008 e o certificado de qualidade por TÜV Rheinland e o registro como Authorized Economic Operator (Operador Econômico Autorizado).

A satisfação dos clientes da Aurora pode ser mensurada por meio do “Relatório da Comissão de Avaliação de Serviços de Portos Secos”, elaborado pelo Ministério da Fazenda e a Secretaria da Receita Federal, no qual obteve a média de satisfação de 8,9.

Outras empresas do Grupo: Amazon Transportes; Aurora EADI Sorocaba; Euronorte Comissária de Despacho; Eurocar; SuperTrans; SuperTerminais e ABP.

(*) Com informações da Aurora da Amazônia

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta