BNDES aprova financiamento para exportação de aviões da Embraer com seguro de crédito privado

0

Rio de Janeiro – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento com estrutura inovadora para exportação de aviões brasileiros produzidos pela Embraer para a companhia aérea americana SkyWest Airlines.

O empréstimo, no valor total de aproximadamente R$ 450 milhões, foi concedido por meio da linha de crédito BNDES Exim Pós-Embarque e garantido por seguro de crédito denominado Aircraft Non-Payment Insurance (ANPI), fornecido pelo consórcio de seguradoras privadas Aircraft Finance Insurance Consortium (AFIC).

É a primeira vez que o BNDES faz uma operação desta natureza com seguro privado de crédito e a primeira operação da Embraer a contar com a garantia ANPI/AFIC. Trata-se de um marco para a fabricante brasileira e um importante instrumento na diversificação de garantias disponíveis para o apoio do BNDES às exportações do setor.

Nesse tipo de financiamento, os recursos do BNDES são desembolsados no Brasil, em reais, para a empresa exportadora brasileira, a Embraer. O financiamento será pago ao Banco em dólares pela empresa estrangeira compradora dos bens. Isso significa a entrada de divisas no País, a partir do apoio ao desenvolvimento industrial e à exportação de produtos nacionais de alto valor agregado.

A SkyWest importará aeronaves modelo E175, pertencente à primeira família E-jets. O E175 é líder de vendas no seu segmento e tem capacidade para transportar até 88 passageiros. Atualmente há mais de 600 Embraer E175 em operação no mundo, tendo sido um dos modelos menos impactados pela crise mundial causada pela pandemia da Covid-19.

Seguro

A AFIC é um consórcio de seguradoras privadas que oferece seguro de crédito para financiamento de aeronaves (ANPI), com classificação de risco investment grade (com rating de no mínimo “A” segundo a S&P) e cobertura integral do crédito pelo prazo total da operação de financiamento.

O produto tem origem em 2017, nos EUA, a partir de uma parceria entre a Boeing e a Marsh Ltd., com objetivo inicial de atender à demanda do mercado por financiamento às aeronaves de fabricação Boeing, ocupando um espaço deixado pelo US Exim Bank.

Desde o lançamento do produto ANPI/AFIC até meados de 2020, foram realizadas operações com 10 empresas aéreas, 2 empresas de arrendamento mercantil e 21 instituições financeiras privadas, num total de 63 aeronaves Boeing financiadas, em montante aproximado de US$ 5 bilhões.

Também em 2017, a Embraer, buscando diversificar as fontes de financiamento para aquisição de aeronaves por seus clientes, iniciou negociações com a Marsh Ltd. para incluir seus produtos no rol dos ativos passíveis de serem financiados com cobertura do produto AFIC. Após análise, a Marsh Ltd. apresentou-se, ao fim de 2018, apta a apoiar os financiamentos à aquisição de aeronaves da fabricante brasileira.

(*) Com informações do BNDES

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta