Bossanova lança Comitê para investir até R$ 5 milhões em startups com soluções para o Comércio Exterior

0

São Paulo – Com a missão de democratizar o acesso ao investimento no país, a Bossanova Investimentos, micro venture capital que investe em startups em estágio de pré-seed em todo o país, acaba de lançar o Comitê Comex para aportar até R$ 5 milhões em até 15 empresas inovadoras, escaláveis e que resolvam problemas do setor de comércio exterior.

O projeto será liderado por um time de especialistas e profissionais da área como: Thiago Oliveira, um dos sócios da Bossanova e Co-Founder da Proseftur, assessoria em Comércio Exterior, além de ser Founder da fintech Zebra Câmbio; Ana Lúcia Manzato Antibero, executiva com mais de 20 anos de experiência na área do Comércio Exterior; Helmuth Hofstatter, CEO & Founder na Logcomex; e Leonardo Tiroli, Presidente do Fórum de Internacionalização de Empresas (FIE).

Segundo a Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais (Secex) do Ministério da Economia, de janeiro a novembro, as exportações brasileiras totalizaram US$ 256,096 bilhões (alta de 34,9% comparativamente com o mesmo período de 2020), um recorde histórico tanto para períodos de  11 meses quanto para anos fechado.

Por outro lado, as importações cresceram 39,7% para US$ 198,905 bilhões. Como resultado, a balança comercial apresentou superávit de US$ 57,2 bilhões, o maior saldo em 11 meses e em anos fechados. Já a corrente de comércio (soma das exportações e importações) foi a maior para o período de janeiro a novembro, com US$ 455 bilhões.

Divulgação

Para João Kepler, CEO da Bossanova, não há dúvidas que o comércio exterior foi um dos setores mais afetados pela pandemia do Covid-19 e as inovações foram essenciais para alavancar os negócios nesse segmento. Ele ainda reforça que os dados acima mostram o quão promissor está o momento para as startups que atuam nesse mercado mostrarem todas as possibilidades que a tecnologia tem para tornar essa retomada da economia cada vez mais positiva.

“Nós estamos sempre de olho em segmentos que tenham alto potencial de crescimento e retorno, e o comércio exterior é um deles. Nossa tese de investimento vai muito além do dinheiro disponibilizado, pois contamos com uma equipe altamente capacitada para auxiliar os fundadores, aplicar mentorias e orientar em conexões cada vez mais valiosas para os negócios. Estamos confiantes que será mais um projeto de sucesso”, explica Kepler.

Para participar do Comitê Comex, as startups precisam ter modelo de negócios B2B ou B2B2C; solucionar problemas da indústria; ter o modelo de negócio SaaS ou que combine software & hardware; aplicar tecnologias de IoT, IA, software de gestão empresarial, robótica, AR/VR, blockchain, BIM, redes, segurança de dados e outras; que tenham pelo menos duas pessoas no time fundador; mais de um ano desde a fundação e que já estejam operando; além de ter o faturamento mínimo de R$20mil.

As empresas interessadas em participar do Comitê Comex podem se inscrever pelo site.

(*) Com informações da Bossanova Investimentos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta