Brasil marca presença na Gulfood 2021 com 42 empresas em retomada internacional pós-pandemia

0

Última atualização:

Brasília – A partir de 21 de fevereiro, 42 empresas brasileiras levarão a Dubai (Emirados Árabes Unidos) o que o país tem de melhor na exportação de bebidas e alimentos. A cidade vai sediar o primeiro grande evento internacional presencial no setor de bebidas e alimentos e, por isso, as normas para participação serão mais rígidas e o espaço para circulação privilegiado. Mesmo assim, o Brasil, tradicional participante, marcará presença mais uma vez.

As empresas brasileiras estarão em diferentes localizações no evento: 28 delas estarão no pavilhão Nacional, o World Food; outras oito estarão no pavilhão de Pulses & Greens (grãos); e três empresas em Proteína Animal. Entre os destaques da presença brasileira está a arquitetura dos pavilhões, que remetem a características do projeto do Pavilhão do Brasil na Expo 2020 Dubai, que começa em outubro deste ano em Dubai.

Além de atrair milhares de compradores do mundo, a Gulfood apresenta as principais tendências de mercado em alimentos e bebidas, mobilizando, em especial, formadores de opinião e mídia especializada do mercado arábico. O desempenho brasileiro ao longo dos últimos anos ilustra bem a importância de marcar presença em Dubai para acessar diversos mercados: houve um salto de US$ 645 milhões em negócios realizados em 2015 para cerca de US$ 1,4 bilhão negociados em 2019. A diminuição da quantidade de empresas participantes deve impactar negativamente nos resultados gerais, o que não diminui a relevância do evento.

Estudos de mercado da Apex-Brasil apontam que os subsetores que apresentam oportunidades para produtos brasileiros, juntos, corresponderam a US$ 10,8 bilhões em importações dos países da região e a US$ 4,2 bilhões de exportações brasileiras para os mesmos mercados. Portanto, os subsetores avaliados correspondem a uma participação de 38,9% do Brasil. Para alavancar essa posição privilegiada e expandir ainda mais as oportunidades para empresas brasileiras, a Apex-Brasil mantém um escritório em Dubai.

Os Emirados Árabes Unidos estão entre os mercados prioritários mapeados pela Apex-Brasil. Além disso, a feira abrange muitos compradores provenientes de outros grandes e relevantes mercados também daquela região (Oriente Médio e Norte da África) tal como Arábia Saudita, Irã, Argélia e Egito. Dubai é uma cidade hub da região, considerada plataforma de comércio e fornecimento para os exportadores que buscam novas vendas no Oriente Médio, África e Sudeste Asiático.

Entre as vantagens apontadas pela Apex-Brasil para fazer negócios com o parceiro do Oriente Médio está a diversificação progressiva da economia do país, que vem reduzindo sua vulnerabilidade aos movimentos dos preços do petróleo em comparação com outros Estados do Golfo, o que dá mais segurança aos exportadores brasileiros para negociar com empresas baseadas no país.

SERVIÇO:

GULFOOD 2021

LOCAL: Dubai, Emirados Árabes Unidos, WTC

DATA: 21 a 25 de fevereiro de 2021

EMPRESAS PARTICIPANTES: 42

SETORES PRIORITÁRIOS: Alimentos, Bebidas e Agronegócios

Mais informações: imprensa@apexbrasil.com.br

(*) Com informações da Apex-Brasil

Comentários

Comentários

LEAVE A REPLY

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui