Com destaque para carne de frango, açúcar, soja e milho, exportações brasileiras para os países árabes cresceram 24,6% até agosto

0

São Paulo – As exportações do Brasil para os países árabes cresceram 24,6% de janeiro a agosto deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, gerando uma receita de US$ 11,4 bilhões, de acordo com informações compiladas pelo Departamento de Inteligência de Mercado da Câmara de Comércio Árabe Brasileira. No mês de agosto, individualmente, a comercialização avançou 10,1% sobre igual mês de 2021 para um faturamento de US$ 1,5 bilhão.

O produto que o Brasil mais embarcou à região até agosto foi a carne de frango, com US$ 2,1 bilhão e aumento de 40,7%. O segundo item da pauta foi o minério de ferro, com US$ 2 bilhões e queda de 28,2% sobre janeiro a agosto do ano passado. Em terceiro lugar esteve o açúcar, com exportações de US$ 1,7 bilhão e aumento de 15%. Em quarto lugar figurou a soja, com US$ 1,07 bilhão e alta de 71,5%, e em quinto lugar o milho, com US$ 1,01 bilhão e avanço de 165,6%.

Os maiores mercados do Brasil no mundo árabe foram Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Egito, Argélia e Bahrein. De todos, o único que diminuiu as compras no acumulado deste ano em relação ao mesmo período de 2021 foi o Bahrein, que importou 25,2% menos, com US$ 1 bilhão. Os Emirados gastaram US$ 1,9 bilhão com produtos brasileiros, alta de 49,6%, os sauditas US$ 1,8 bilhão (+35,7%), os egípcios US$ 1,7 bilhão (+89,4%), e os argelinos US$ 1,3 bilhão (+23,5%).

(*) Com informações da ANBA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta