Comércio China-ASEAN sobe 5,6% no semestre e bloco é maior parceiro comercial do gigante asiático

0
372

Última atualização:

Beijing – A Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) tornou-se o maior parceiro comercial da China no primeiro semestre deste ano, representando 14,7% do volume total de comércio exterior do país, em meio ao protocolo atualizado da área de livre comércio e à cooperação na cadeia de suprimentos.

O comércio da China com a ASEAN foi de 2,09 trilhões de yuans (US$ 299 bilhões) nos primeiros seis meses de 2020, um aumento de 5,6% em relação ao ano anterior. As exportações para a ASEAN subiram 3,4%, para 1,15 trilhão de yuans, enquanto as importações subiram 8,5%, para 938,57 bilhões de yuans, segundo mostraram os dados da Administração Geral das Alfândegas (AGA) desta terça-feira.

A expansão foi parcialmente impulsionada pelo crescimento do comércio de produtos agrícolas com os membros da ASEAN sob o protocolo atualizado da Área de Livre Comércio China-ASEAN, que entrou em vigor em outubro de 2019, segundo o porta-voz da AGA, Li Kuiwen. O comércio de produtos agrícolas entre os dois lados cresceu 13,2% no primeiro semestre.

Outro motor do comércio entre os dois lados é a interconectividade na fabricação eletrônica entre a China e países como Vietnã, Malásia e Cingapura ao longo da cadeia de suprimentos global, explicou Li.

No mesmo período, as importações e exportações para a ASEAN de circuitos integrados, por exemplo, crescerem 23,8% e 29,1% respectivamente. O comércio da China com o Vietnã saltou 18,1%, impulsionando o volume de comércio bilateral para a liderança entre os membros da ASEAN, enquanto o comércio com a Tailândia subiu 9,2%.

(*) Com informações da Xinhua

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta