Comércio de serviços da China cresce 16,1% em 2021 e receita totaliza US$ 831 bilhões, diz Ministério

0

Beijing – Em 2021, o comércio de serviços da China registrou um aumento anual de 16,1% para cerca de 5,3 trilhões de yuans (US$ 831,42 bilhões), disse o Ministério do Comércio.

Do total, as exportações de serviços atingiram mais de 2,54 trilhões de yuans, um aumento anual de 31,4%, e as importações de serviços ficaram em 2,75 trilhões de yuans, ganhando 4,8% ano a ano.

O crescimento das exportações do comércio de serviços superou o das importações em 26,6 pontos percentuais, resultando em uma queda de 69,5% no déficit no comércio de serviços.

O déficit no comércio de serviços ficou em 211,28 bilhões de yuans, 481,65 bilhões de yuans a menos do que em 2020 e o menor desde 2011.

Em comparação com o nível de 2019, no entanto, o comércio de serviços caiu 2,2%, com as exportações de serviços subindo 30% e as importações, 20,4%.

O comércio de serviços de conhecimento intensivo cresceu no ano passado para atingir quase 2,33 trilhões de yuans, um aumento anual de 14,4%.

As exportações de serviços de conhecimento intensivo aumentaram 18% para 1,26 trilhão de yuans, enquanto as importações subiram 10,4% para 1,06 trilhão de yuans.

O comércio de serviços de transporte cresceu significativamente no ano passado, seguindo o rápido crescimento do comércio de bens. Ele saltou 61,2% para mais de 1,68 trilhão de yuans.

O comércio de serviços de viagens, no entanto, caiu 22,5% no ano passado para 789,76 bilhões de yuans.

Em dezembro de 2021, o comércio de serviços do país foi de 619,73 bilhões de yuans, um aumento anual de 28,6%.

A China tomou uma série de medidas para ampliar a abertura do setor de serviços e prometeu fazer mais esforços para promover a abertura do comércio de serviços para um nível mais alto.

(*) Com informações da Agência Xinhua

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta