Comércio exterior: Brasil tem superávit de US$4,5 bilhões no intercâmbio com o Irã em 2018

0
30
Camera

Da Redação

Brasília – As exportações brasileiras para o Irã, alavancadas por um aumento de 526,3% nos embarques de milho em grãos deram um salto de 136,56% de janeiro a setembro e com isso a balança comercial entre os dois países proporcionou ao Brasil um superávit de US$ 4,551 bilhões, o segundo maior saldo apurado pelo Brasil no intercâmbio com os demais países, atrás apenas da China, que alcançou a cifra recorde de US$ 20,4 bilhões no período. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

De janeiro a setembro, o Brasil exportou para o Irã mercadorias no valor total de US$ 4,588 bilhões, o que fez do país persa o sexto principal mercado para as vendas externas brasileiras. Em contrapartida, as importações de produtos iranianos somaram modestos US$ 38 milhões.

Os produtos básicos, com alta de 195,0% este ano e vendas no valor de US$ 4,46 bilhões, foram os principais itens da pauta exportadora para o Irã. E o grande destaque foi o milho em grãos, com embarques no valor de US$ 3,5 bilhões, correspondentes a 76% das exportações totais para aquele país.

Outros produtos em destaque foram a soja (US$ 511 milhões e participação de 11%), carne bovina (US$ 261 milhões e uma fatia de 5,7%), farelo de soja (US$ 185 milhões e 4,0% nos embarques) e chassis para automóveis  (no total de US$ 66 milhões e participação de 1,4% nas vendas aos iranianos.

Nas demais categorias, por fator agregado, as exportações brasileiras para o Irã apresentaram números bastante modestos. Em relação aos produtos semimanufaturados, as vendas somaram US$ 49 milhões, com uma participação de 1,0%, enquanto os embarques de produtos manufaturados geraram receita de US$ 77 milhões, equivalentes a um percentual de 1,69% de todo o volume embarcado para o Irã.

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta