Comércio exterior da China tem queda anualizada de 0,7% em abril mas exportações crescem 8,2%

0

Beijing – O comércio exterior da China ainda está sob considerável pressão descendente, apesar da melhora nos dados comerciais de abril, informou o Ministério do Comércio do país nesta quinta-feira (7).

Com a contínua disseminação global da Covid-19 pesando sobre a economia e o comércio mundial, o comércio exterior da China está enfrentando riscos e desafios sem precedentes, disse Gao Feng, porta-voz da pasta, em uma coletiva de imprensa.

O comércio exterior de bens da China recuou anualmente 0,7% em abril, para 2,5 trilhões de yuans (US$ 352,6 bilhões), ante uma queda de 6,4% no primeiro trimestre. Do total, as exportações subiram 8,2% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com os dados alfandegários divulgados ontem.

As empresas de comércio exterior estão enfrentando muitas dificuldades, incluindo cancelamentos ou atrasos de pedidos, dificuldade de assinar novas encomendas e má logística, disse Gao, citando pesquisas com as câmaras domésticas de comércio e empresas.

O ministério trabalhará para ajudar as empresas de comércio exterior a superarem os tempos difíceis com mais medidas direcionadas, como, por exemplo, apoiar os exportadores para que vendam suas mercadorias no mercado interno e manter a cadeia logística global estável e sem contratempos, disse ele.

As autoridades também fortalecerão os canais online para promover o comércio. A 127ª sessão da Feira de Importação e Exportação da China, também conhecida como Feira de Cantão, por exemplo, será realizada online de 15 a 24 de junho devido à epidemia.

(*) Com informações da Agência Xinhua

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta