Custo do transporte é considerado ponto crítico para exportadores da região Centro-Oeste

0

Brasília – O custo do transporte e as elevadas tarifas cobradas por portos e aeroportos foram apontados como os maiores desafios às exportações brasileiras qualquer que seja o porte da empresa ou a região geográfica na qual está localizada. A análise dos 10 entraves mais críticos por região mostra que, de forma geral, os exportadores enfrentam os mesmos problemas, a diferença é o nível de criticidade. O estudo foi feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Os exportadores da região Centro-Oeste apontaram as greves dos profissionais envolvidos nas exportações e a situação das rodovias fatores mais graves do que os exportadores de outas regiões. Para eles, o custo de transporte reflete as debilidades logísticas da região e é um problema considerado 11% mais crítico do que a média brasileira. No Nordeste, os exportadores mostraram-se mais afetados pelos elevados juros para o financiamento da produção e pela baixa disponibilidade de capital para as atividades de exportação.

A análise por porte empresarial mostra que as micro e pequenas empresas consideram o excesso de leis, as alterações frequentes nas normas e a complexidade da legislação problemas maiores do que empresas de médio e grande porte. Isso ocorre porque essas empresas tendem a não possuir um departamento jurídico especializado ou recursos para manter uma assessoria jurídica dedicada ao comércio exterior. Veja quais são os principais problemas em cada região:

 

Centro-Oeste
Custo do transporte é 11% mais crítico no Centro-Oeste do que na média nacional. Única região onde as greves de profissionais envolvidos nas atividades de exportação aparecem entre os dez principais entraves. É um fato 12% mais crítico do que no restante do país.

Nordeste
Para o Nordeste, a taxa de juros é um problema maior do que as tarifas cobradas em portos e aeroportos. E metade das grandes empresas exportadoras diz que a burocracia afetam seus negócios.

Norte
Múltiplas interpretações dos requisitos legais pelos agentes públicos é um problema maior no Norte do que no restante do país.

Sul
Única região do País onde a taxa de câmbio aparece entre os dez primeiros obstáculos às exportações.

Sudeste
No Sudeste, as micro e pequenas empresas têm dificuldades para conhecer as leis e as normas do comércio exterior, que estão espalhadas em diversas fontes.

 

Fonte: CNI

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta