Destinada principalmente à exportação, safra da uva promete boas expectativas para o produtor

0

São Paulo – O ano de 2021 traz boas expectativas para o produtor de uva. Com o clima ameno, a cultura tem as condições ideais para seu desenvolvimento e as projeções para a safra deste ano são promissoras. De acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, feito recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a projeção para a safra de uva de 2021 aumentou 4,9% – um crescimento de 78,4 mil toneladas além do esperado, totalizando uma safra de 1,7 milhão de toneladas.

A videira é uma planta perene e começa a dar frutos a partir do primeiro ano pós-plantio. O desenvolvimento de variedades adaptadas e investimentos em nutrição adequada permitiram o desenvolvimento do cultivo na região Nordeste do Brasil. A uva com destino ao consumo de mesa é cultivada principalmente em Pernambuco e Bahia, onde as expectativas de crescimento para este ano são de 15,3% e 8,9%, respectivamente.

Segundo a Associação dos Produtores e Exportadores de Hortifrutis do Vale do São Francisco (Valexport), essa região foi responsável por mais de 85% de toda a produção nacional de fruticultura em 2019, que é destinada principalmente para os Estados Unidos e países da Europa.

Com a crescente relevância dessa cultura no agronegócio brasileiro – o cultivo de uva é atualmente a produção mais lucrativa, chegando a render valores acima de R$ 50 mil por hectare -, a nutrição vegetal vem ganhando cada vez mais destaque por contribuir em todas as fases, desde brotação, alongamento do cacho, floração, pegamento até o alongamento, enchimento e a coloração do fruto, bem como na maturação do ramo.

Para apoiar o agricultor que precisa acompanhar as novas tecnologias e ter acesso ao que há de mais moderno para garantir sua produtividade, a Ubyfol oferece um portfólio bastante amplo com produtos altamente concentrado com os nutrientes essenciais para as plantas, responsáveis pelas reações fisiológicas durante todo o ciclo da cultura.

“Atualmente, a cultura da uva é a mais tecnológica no Brasil, com maior demanda de investimentos e também maior lucratividade por hectare. Para esse cultivo, o produtor investe, em média, acima de R$ 1.500 por hectare somente em nutrição foliar. Por ser uma produção que exige muito conhecimento técnico, é necessário apurar de forma criteriosa as melhores soluções, que possam de fato garantir ao produtor maior rendimento. Nesse sentido, a Ubyfol vem se consolidando como parceira comprometida com pesquisas e novas tecnologias para apoiar o dia a dia do agricultor”, destaca Danilo Ferreira, gerente regional da Ubyfol.

O viticultor tem ainda à sua disposição um roll de soluções modernas para apoiar o máximo desenvolvimento da cultura, como o Acordex, fertilizante foliar com ação estimulante nos processos fisiológicos da planta, que favorece a produção dos hormônios reguladores de crescimento, e o MS Florada, uma tecnologia exclusiva de pós solúveis que tem papel fundamental no bom pegamento do fruto.

A solução apresenta uma alta concentração de boro equilibrado com uma elevada quantidade de cálcio, proporcionando um equilíbrio nutricional perfeito para esta fase da cultura. Por atuar diretamente na formação do tubo polínico, o manejo correto do produto induz a maior floração e melhor pegamento de frutos.

O produtor conta também com o Peso+, solução que contém os principais nutrientes responsáveis pelo aumento das características de brix, enchimento e coloração da fruta. É a campeã de vendas da Ubyfol para a produção de uva pelo excelente desempenho no auxílio ao desenvolvimento e em maiores índices de açúcar dos frutos, condição determinante para o sucesso nas exportações.

(*) Com informações da Ubyfol

 

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta