Dez empresas brasileiras participam em Miami da maior feira do setor joalheiro das Américas



Última atualização: 4 de Outubro de 2019 - 17:50
0
672

Brasília – Desta sexta-feira (4) até a próxima segunda-feira (7), dez empresas brasileiras participam da Jewelers International Showcase (JIS), a segunda maior feira do setor joalheiro das Américas, que acontece em Miami, nos Estados Unidos. Apoiadas pelo projeto setorial Precious Brazil, desenvolvido entre o Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), as marcas expositoras apresentam na ocasião suas principais apostas para o mercado americano, o principal destino das exportações brasileiras do projeto.

No primeiro semestre de 2019 as empresas brasileiras apoiadas pelo Precious Brazil exportaram 11% a mais do que o mesmo período do ano passado. As joias tiveram um crescimento de 18% e as bijuterias, 15%. E não é só isso. De janeiro a julho deste ano, o país exportou o equivalente a U$ 53 milhões em produtos do setor. Deste total, 61% são atribuídos às marcas do projeto. Para Marcelo Gomes, diretor da empresa MGold, fazer parte do projeto tem aberto muitos caminhos e está “levando a marca a uma prospecção internacional”.

Para Gustavo Schwetz, sócio-proprietário e Diretor de Marketing e Vendas da Origems Brazil, empresa familiar com oito anos de experiência no mercado de joias folheadas com pedras naturais, o Precious Brazil contribuiu para a entrada da marca na feira de Miami. “Essa participação é de suma importância para a continuidade do nosso crescimento”, explica. “O contato direto com o cliente permite o desenvolvimento de negócios mais fluídos e compreendidos por ambas as partes”.

Ter um canal de comunicação direto com o cliente e marcar presença nas feiras internacionais, como a JIS Miami, também foram os principais diferenciais destacados pelo CEO da Vianna Brasil, Ricardo Vianna. “O projeto setorial possibilita nossa empresa a estar presente nos principais eventos do ramo joalheiro, promovendo nossa marca e os nossos produtos diretamente aos clientes”, diz.

(*) Com informações da Apex-Brasil

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta