Diretor da Câmara Árabe Brasileira trata no Egito da reativação de Conselho Empresarial

0
812

Última atualização:

São Paulo – A Câmara de Comércio Árabe Brasileira discute com empresários e autoridades egípcias a reativação do Conselho Empresarial Brasil-Egito e a ida de uma delegação comercial brasileira ao Cairo em setembro. O diretor-geral da Câmara Árabe, Michel Alaby, e o executivo de Relações Governamentais da entidade, Tamer Mansour, estão no país árabe para tratar destes e de outros temas relacionados ao fortalecimento das relações bilaterais.

Durante o final de semana, Alaby e Mansour se reuniram com o empresário Ali Fahmi Tolba, presidente do Delta Group, que reúne 14 empresas, e que deverá ser designado para a presidência do Conselho pelo lado egípcio. De acordo com o diretor-geral da Câmara Árabe, Tolba propôs que o colegiado seja integrado por representantes dos setores de fertilizantes, carnes, produtos agrícolas, têxtil, reciclagem, turismo, treinamento industrial, telecomunicações, siderurgia e de mármores e granitos.

Segundo Alaby, o objetivo dos egípcios é aumentar o comércio, principalmente as exportações do país árabe, ampliar os investimentos brasileiros no Egito e uniformizar procedimentos comerciais, como, por exemplo, as regras para venda de carne bovina, frango e gado vivo do Brasil. Além disso, os egípcios querem manter um canal de comunicação aberto com a comunidade empresarial brasileira e pressionar pela ratificação do acordo de livre comércio Mercosul-Egito, assinado em 2010, pelos parlamentos dos países do bloco sul-americano.

Diretor da Câmara Árabe Brasileira trata no Egito da reativação de Conselho Empresarial

No sábado, foi realizado um jantar em homenagem à Câmara Árabe pela Associação Egípcia de Desenvolvimento de Negócios (EBDA, na sigla em inglês). Na ocasião, foi discutida a organização de uma missão comercial brasileira ao Egito no final de setembro. A assinatura do acordo de reativação do Conselho está prevista para ocorrer durante a visita da delegação.

A ideia de realizar uma missão comercial foi lançada durante a visita do presidente egípcio, Mohamed Morsi, ao Brasil no mês passado. No domingo, os representantes da Câmara Árabe participaram de um jantar com os empresários que acompanharam Morsi na viagem.

Também no domingo, Alaby e Mansour tiveram uma reunião com o ministro egípcio dos Investimentos, Yehia Ahmed. Eles falaram de empresas brasileiras que têm investimentos no Egito, como a fabricante de ônibus Marcopolo, a Randon, de implementos rodoviários, e a construtora Camargo Correa; e de companhias egípcias com investimentos no Brasil, como a Kapci, de tintas, e a El Sewedy, de cabos elétricos.

No domingo e nesta segunda-feira (17), os executivos da Câmara Árabe participaram de um encontro com representantes de outras câmaras de comércio e da Liga dos Estados Árabes, na sede da entidade multilateral árabe, no Cairo. Foi discutida uma maior colaboração entre as câmaras de comércio árabe-estrangeiras e o Departamento Econômico da Liga, como forma de ampliar os fluxos de comércio e de investimentos.

Fonte: ANBA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta