Em corrida contra o tempo, a China constrói dois hospitais de combate ao coronavirus em Wuham

0

Wuhan (China) –  Para se concentrar no tratamento de pacientes com pneumonia infectada por um novo tipo de coronavírus, Wuhan está construindo dois novos hospitais, Huoshenshan (Montanha do Deus do Fogo) e Leishenshan (Montanha do Deus do Trovão), ambos em construção pelo China Construction Third Bureau Group Co., Ltd.

A construção dos novos hospitais com transmissão ao vivo pela Internet, é uma medida muito importante e necessária para Wuhan combater a epidemia, visto que ajudará a aliviar o problema atual do grande número de pacientes na cidade e a desafogar os lotados hospitais locais. Permitirá que os pacientes recebam tratamento regular e padronizado, ajudará na especialização do tratamento de pacientes, reduzirá a propagação da epidemia e aumentará a confiança das pessoas.

Atualmente, Hubei possui 131 hospitais designados para pacientes confirmados e suspeitos de infecção por pneumonia, incluindo 30 em Wuhan e outros 101 distribuídos nos condados e cidades da província, de acordo com Liu Yingzi, diretor da Comissão Provincial de Saúde de Hubei.

Com a conclusão dos novos hospitais Huoshenshan e Leishenshan, que têm previsão de começo de operação nos dias 3 e 5 de fevereiro respectivamente, serão disponibilizados 2.600 novos leitos para o combate ao novo coronavírus. As construções, que começaram nos dias 23 e 25 de janeiro respectivamente, marcam um tempo recorde de 13 dias do projeto à operação de dois hospitais.

A principal razão pela qual as instalações podem ser construídas tão rapidamente é que grande parte delas serão compostas por estruturas pré-fabricadas, construídas em outro local e depois instaladas no local. Além das enfermarias, contarão com sala de raio-X, unidade de terapia intensiva, laboratório e outras instalações médicas.

Foto aérea tirada em 28 de janeiro de 2020 mostra o local da construção do Hospital Huoshenshan em Wuhan. (Xinhua / Xiao Yijiu)

O Hospital Huoshenshan está localizado na margem do lago Zhiyin, no distrito de Caidian, cidade de Wuhan, província de Hubei. A construção começou em 23 de janeiro e tem previsão para ser concluída em 1º de fevereiro, sendo colocada em operação em 3 de fevereiro. Com área de 34.000 metros quadrados, o novo hospital pode acomodar 1.000 leitos. Mais de 4.000 trabalhadores e cerca de 1.000 veículos e grandes máquinas estão trabalhando dia e noite no hospital Huoshenshan.

Foto aérea tirada em 30 de janeiro de 2020 mostra o local da construção do Hospital Leishenshan (Thunder God Mountain) em Wuhan, província de Hubei, no centro da China. Wuhan está construindo dois hospitais para tratar pacientes com pneumonia infectados com o novo coronavírus. Até o meio-dia de quinta-feira, cerca de 40% do Hospital Leishenshan foi concluído e deve ser utilizado em 5 de fevereiro (Xinhua / Xiao Yijiu)

Há 25 milhas de distância do Huoshenshan, o Hospital Leishenshan está localizado no estacionamento nº 3 da Vila dos Atletas dos Jogos Militares no lago Huangjia, distrito de Jiangxia, cidade de Wuhan. O projeto arquitetônico do hospital começou em 25 de janeiro, mesmo dia em que começou a construção do hospital, que deve ser concluída em 5 de fevereiro. De acordo com o projeto mais recente, a área total de construção do Leishenshan expandiu-se para aproximadamente 75.000 metros quadrados e o número de leitos hospitalares aumentou para aproximadamente 1.600. Proverá espaço de trabalho para mais de 2.000 profissionais da saúde. Aproximadamente 4.900 pessoas e 1.000 máquinas de construção correm contra o relógio para entregar a obra no prazo estabelecido.

A construção dos hospitais seguem o modelo do Hospital Xiaotangshan, construído em Pequim quando o país lutava contra a epidemia SARS, em 2003. Na época, mais de 4.000 pessoas trabalhando noite e dia para construir em sete dias o local onde um sétimo dos pacientes com SARS do país foram tratados. O projeto estabeleceu um recorde mundial para a construção de hospitais.

Zhang Yanling, ex-diretor do Hospital SARS em Pequim, foi convidado a servir como consultor especialista para a construção dos Hospitais Huoshenshan e Leishenshan. No dia 30, ele forneceu treinamento em serviço para a equipe médica e administrativa que está prestes a ingressar nos dois hospitais. Zhang Yanling disse que, através de observações de campo recentes, a escala e a qualidade da construção dos novos hospitais, a racionalidade científica do projeto e a configuração do equipamento eram melhores e mais altas que do Xiaotangshan.

A China State Grid Wuhan Power Supply Company concluiu a construção de todos os projetos de suporte de energia em apenas três dias, durante os quais mais de 300 trabalhadores trabalharam dia e noite para instalar e ajustar cabos de alta tensão com 7 km de comprimento e 26 instalações de suporte.

Toda a construção dos hospitais podem ser acompanhadas em tempo real por transmissão via Internet, a partir de câmeras próximas aos canteiros de obras. Os links para as transmissões são:

(*) Com informações da Embaixada da China em Brasilia

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta