Em menos de um ano, startup WoodFlow tem mais de 170 processos cadastrados de exportação de madeira

0

São Paulo – Com menos de um ano de “vida”, a startup brasileira de comercialização de madeira WoodFlow já é referência em exportação com rastreabilidade e credibilidade. “Criamos a WoodFlow porque percebemos a necessidade dos compradores estrangeiros em conhecer melhor o produto madeireiro do Brasil e, por outro lado, a necessidade dos vendedores daqui do país a negociarem seus produtos lá fora”, disse Gustavo Milazzo, CEO da WoodFlow.

A plataforma que aproxima compradores internacionais de produtores brasileiros foi criada em Curitiba (PR), em maio de 2022 e já soma mais de 170 processos de exportação cadastrados. “Com mais de 20 anos de experiência no comércio exterior de madeira brasileira, percebemos que há falta de informação sobre o produto. Por isso, na WoodFlow, mostramos ao comprador qual a origem do produto e de quem ele está comprando, com vídeos que mostram as florestas ou as fábricas, trazendo transparência para a negociação e garantindo de que não é produto de desmatamento, por exemplo”, completou Gustavo.

O negócio se inicia quando o cliente entra em contato por meio da plataforma e os consultores especializados indicam seus produtores. Todo o processo de exportação pode ser rastreado para ambos lados, com a credibilidade necessária para a negociação.

São vários os destinos da madeira comercializada por meio da WoodFlow, entre eles é possível citar Estados Unidos, Europa, Índia, México e Coréia do Sul. Para o indiano Rajesh Patel, diretor da Bhavani Impex, que compra madeira de teca brasileira há mais de 10 anos, ter o suporte da plataforma é sinônimo de bons negócios.

Produto brasileiro conquista países da América do Norte e Central, Europa e Ásia.

“Antes nós tínhamos que entrar em contato com cada um dos agentes das empresas exportadoras e frequentemente perdíamos essa conexão. Agora, com a WoodFlow nós sentimos que temos um braço da nossa família no Brasil, nos suportando com material de excelente qualidade e comunicação adequada”, disse Rajesh.

“Vimos essa janela de oportunidade e criamos a plataforma para que mais importadores do produto brasileiro, como o Rajesh, tenham a confiança e a referência de um único contato para compra do produto que precisam, seja madeira de teca, pinus, eucalipto, etc. Nossa vocação é a internacionalização da madeira”, finalizou Gustavo.

(*) Com informações da WoodFlow

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta