Embarques de frango cresceram 29,1% em novembro, com receita de US$ 781 milhões

0

São Paulo – As exportações de carne de frango do Brasil mantiveram alta em novembro. A receita no mês cresceu 29,1% no comparativo com igual mês de 2021, somando US$ 781,3 milhões, enquanto o volume embarcado aumentou 12,2%, totalizando 375,6 mil toneladas. Os dados são da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e consideram todos os produtos, entre in natura e processados de frango.

No acumulado do ano, de janeiro a novembro, as exportações de frango alcançaram 4,436 milhões de toneladas, volume 5,6% maior que o embarcado nos onze primeiros meses de 2021. A receita acumulada pelo setor no ano chegou a US$ 8,976 bilhões, valor que supera em 29,3% o registrado em igual período do ano passado.

“Apesar do desempenho positivo alcançado em outubro, eram esperados números ainda mais expressivos. Entretanto, os efeitos logísticos gerados pelos deslizamentos em rodovias do Paraná e as dificuldades climáticas para a entrada de navios nos Portos de Paranaguá e Itajaí impactaram o desempenho das exportações no mês. Com a normalização das atividades nos portos, o volume que não foi embarcado em novembro deverá refletir positivamente o desempenho das exportações em dezembro”, disse em nota o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

A China segue como maior importadora da carne de frango do Brasil, somando 40,3 mil toneladas em novembro, 1,4% a mais que no mesmo período de 2021. Outros destaques de novembro foram Arábia Saudita, com 24,6 mil toneladas (+28,9%) e União Europeia, com 18,1 mil toneladas (+17,6%).

“Outros mercados da Europa, Ásia e Oriente Médio reforçaram suas compras do Brasil neste mês, dando indicativos de projeções positivas das exportações brasileiras de carne de frango para este ano. São receitas importantes frente ao atual custo de produção, que permanece elevado”, disse em nota o diretor de mercados da ABPA, Luis Rua.

(*) Com informações da ANBA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta