Embraer assina acordo de serviços para frota de E-Jets E2 com a TUI, um dos maiores grupos de turismo do mundo

0

São José dos Campos (SP)  – A Embraer e o Grupo TUI anunciaram a assinatura de um contrato para o Programa Pool para suporte à frota de jatos E195-E2 da TUI. O Grupo TUI receberá três aviões E195-E2 da AerCap em um acordo de leasing de longo prazo. As aeronaves, da frota existente da AerCap, serão entregues na configuração de classe única com 136 assentos no primeiro semestre de 2023.

O contrato oferecerá à companhia acesso a troca de componentes e serviços de reparo para mais de 340 componentes, além de itens intercambiáveis para aeronaves da Embraer da TUI. Atualmente, o Programa Pool da Embraer fornece suporte a mais de 50 companhias aéreas em todo o mundo.

“É um prazer para a Embraer ter a TUI a bordo do Programa Pool. Além do acesso a todo o estoque de peças de reposição, a TUI contará também com a experiência do fabricante para oferecer suporte à frota de jatos E2”, disse Danielle Vardaro, Vice-Presidente Global de Suporte ao Cliente e Pós-Vendas, Aviação Comercial, Embraer Serviços e Suporte.

“A assinatura deste novo contrato com a Embraer para o Programa Pool para apoiar o E195-E2 garante uma alta disponibilidade de componentes e acesso a um pacote abrangente de suporte e serviços. Isso nos permitirá operar os novos aviões E2 seguindo os altos padrões da TUI”, destacou Geert Somers, Diretor de Engenharia e Manutenção da TUI Airline.

O Programa Pool da Embraer foi desenvolvido para permitir às companhias aéreas minimizar os investimentos iniciais em estoques e itens reparáveis de grande valor, ao mesmo tempo em que aproveita a experiência técnica da Embraer e a vasta rede de fornecedores de serviços de reparo para componentes. Como resultado, as companhias contam com significativas economias nos custos de reparo e manutenção de estoque, redução no espaço de armazenamento e a virtual eliminação de recursos necessários para o gerenciamento de reparos, garantindo melhores níveis de desempenho.

(*) Com informações da Embraer

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta