Embratur reúne rede hoteleira para apresentar Pesquisa Internacional de Preços de Hotelaria

0
133

Última atualização:

 Ricardo Domingos, diretor executivo do Resorts Brasil (à esquerda); presidente da Embratur, Flávio Dino (ao centro da mesa); Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem -FBHA (à direita); e, Roberto Rotter, presidente do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil -FOHB

Brsília – O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flavio Dino, se reuniu nesta quinta-feira (31),  com representantes do setor hoteleiro para apresentar  a Pesquisa Internacional de Preços da Hotelaria.  O Instituto passou a monitorar os preços depois da  Rio+20 , em junho do ano passado, quando foi verificado um aumento nas diárias dos hotéis.

“Todo turista, brasileiro ou estrangeiro, quer bons serviços a preços justos e é isso que precisamos garantir”, afirmou Flávio Dino.

Na reunião foi criada uma comissão de trabalho entre o governo federal e entidades do setor privado com objetivo discutir e desenvolver, a partir de agora, novas metodologias de pesquisa de preços.  “A ideia é conversarmos com setor e fazer um pacto que garanta à população os legados prometidos para a Copa de 2014 e grandes eventos”, disse Dino. A comissão terá o primeiro encontro em março.

Flávio Dino lembrou que o Governo Federal já diminuiu impostos do setor hoteleiro com o programa Brasil Maior.  Os hotéis foram contemplados com a eliminação da contribuição patronal ao INSS, de 20%, que será substituída pela alíquota de 2% sobre o faturamento das empresas. “O Governo já fez sua parte e deu o primeiro passo. Nós captamos os eventos e garantimos a infraestrutura necessária. Nada mais justo agora que o setor privado seja maleável”, ressaltou o presidente.

Outra medida do Governo Federal que contribuiu para baixar os custos do setor hoteleiro foi a redução da tarifa de energia elétrica em até 32% para o comércio e a indústria, anunciada recentemente pela presidenta Dilma Rousseff.

Com a proximidade dos megaeventos como a Copa das Confederações, a Copa do Mundo, a Jornada Mundial da Juventude e os Jogos Olímpicos, o Brasil está com uma grande exposição em todo o mundo, mas os preços altos acabam prejudicando a imagem do país e afetam o setor do turismo.

“Foi muito válida a reunião, pois entendemos o intuito da Embratur. A discussão de hoje girou em torno de desenvolver um processo onde possamos caminhar juntos para um cenário favorável quando chegarmos aos grandes eventos. Os preços dos hotéis não podem influenciar  negativamente na imagem do Brasil lá fora”, disse Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem (FBHA).

“Os megaeventos são frutos de investimentos de toda a sociedade e cabe ao governo garantir ganhos para todos. O incremento do turismo em todo o país é o principal ganho desses eventos”, explicou Flávio Dino.

A pesquisa feita pela Embratur  por meio de sites de busca especializados levantou a  média tarifária de hotéis em 10 cidades brasileiras e as comparou com 10 cidades no exterior. Também levou em consideração os turistas que viajam a Negócios e Lazer. Foram utilizados os seguintes parâmetros: tempo entre a data da consulta e o início da hospedagem, período de estada, destinos pesquisados no Brasil e destinos pesquisados no exterior.

Além disso, foram catalogados os dados referentes às acomodações de três categorias: econômico, médio e alto conforto levando em consideração a menor tarifa encontrada para cada hotel.

“Como o governo federal já fez a sua parte reduzindo impostos e energia elétrica, fazemos agora um apelo ao setor para que não tenha um incremento nos preços antes, durante e depois dos megaeventos”,  ressaltou Flávio Dino.

Também marcou presença no encontro, Roberto Rotter e Flávia Matos, presidente e diretora executiva do FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil) e Ricardo Domingos, diretor executivo do Resorts Brasil.

Confira a pesquisa completa:  Pesquisa Internacional de Preços da Hotelaria (PPH)

Fonte: Assessoria de Imprensa da Embratur

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta