Emirados Árabes projetam faturamento de US$ 33 bilhões com a realização da Expo 2020 Dubai

0
2

São Paulo – A Expo 2020 Dubai, exposição universal que ocorrerá nos Emirados Árabes Unidos entre outubro de 2020 e abril de 2021, vai contribuir com 122,6 bilhões de dirhams (US$ 33,3 bilhões pela conversão atual) para a economia do país até 2031, segundo levantamento da consultoria Ernst & Young (EY) publicado na agência de notícias Gulf News.

De acordo com a empresa, no seu auge, o impacto da Expo 2020 nos Emirados será o equivalente a 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) local. O estudo foi encomendado pelo governo e começou a ser feito no final de 2017, com dados públicos e fornecidos pelo governo.

De acordo com a consultoria, grande parte do impacto econômico da Expo 2020 Dubai virá do setor de construção, especialmente nos sete anos que antecedem a feira. Uma pequena parte tem como origem os visitantes que estarão no país especificamente para a exposição.

A estimativa é que 49.700 empregos sejam gerados por ano em função da Expo 2020, com 94.400 durante o período da exposição. “Este evento terá um impacto substancial e sustentado na economia dos Emirados Árabes Unidos”, disse Matt Benson, sócio da EY da área de consultoria de negócios.

Benson falou ainda sobre um impacto econômico indireto, que é a melhoria da reputação internacional e da atratividade dos Emirados Árabes Unidos como destino turístico. A maior parte dos resultados econômicos virão como parte do legado, segundo a EY.

A consultoria estima que do total, cerca de 37 bilhões (US$ 10 bilhões) serão gerados entre 2013 e outubro de 2020, e 22,7 bilhões (US$ 6,1 bilhões) serão movimentados durante o evento. Depois da Expo 2020 até 2031, serão gerados mais de 62 bilhões (US$ 16,8 bilhões).

(*) Com informações da ANBA

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta