Empresas dos países árabes buscam espaço no mercado brasileiro com participação na Apas



Última atualização: 7 de Maio de 2019 - 10:08
0
97

São Paulo – Empresas árabes pretendem abrir mercado no Brasil e trouxeram seus produtos à maior feira supermercadista da América Latina, a Apas Show. A mostra começou nesta segunda-feira (06), em São Paulo. O estande da Câmara de Comércio Árabe Brasileira abriga 11 expositores do Oriente Médio e Norte da África. “A feira Apas é a mais importante no setor de alimentos na América Latina. Nossa participação se faz fundamental em função de este mercado ser de extrema relevância na relação entre Brasil e países árabes. A Câmara traz este ano cinco países para a feira. São mercados que têm muito potencial de crescimento e a intenção é fomentar o intercâmbio comercial, incrementar as vendas para os dois lados”, afirmou Janine de Menezes, diretora de Marketing da Câmara Árabe. O presidente da entidade, Rubens Hannun, também marcou presença no primeiro dia do evento.

Os países árabes presentes na feira são Jordânia, Líbano, Emirados Árabes Unidos, Egito e Tunísia. As empresas tunisianas foram reunidas no estande com apoio institucional da embaixada da Tunísia em Brasília. Entre os produtos apresentados estão o azeite de oliva da Huilerie Loued, conservas e molhos de pimenta da Jardins de Carthage, marca do grupo Sun Antipasti, e a Bra International Group, de importação e exportação de produtos.

Hannun (esq.) no estande da Tunísia com Soltani (dir.) / Foto: Rodrigo Rodrigues/Câmara Árabe

Os tunisianos querem ampliar as opções de produtos de seu país no Brasil. “Nosso azeite de oliva e nossas azeitonas já são bem conhecidas, e queremos elevar em pelo menos 10% o volume exportado ao Brasil. Mas também queremos diversificar os produtos. Mostrar que temos mais em quantidade e qualidade”, afirmou o embaixador da Tunísia no Brasil, Mohamed Hedi Soltani, presente no evento.

A empresa tunisiana Bra International Trade, por exemplo, está em busca de mercado para suas tâmaras frescas. “É a primeira vez que estamos expondo aqui no Brasil. Temos tâmaras de diferentes tipos e essa, que é natural, não passa por processamento, queremos abrir o mercado brasileiro para essa tâmara”, declarou Manel Tayechi Bra, gerente executiva de vendas. Segundo ela, o principal desafio é conservar o produto, que por isso pode ter um custo mais alto do que o das frutas secas. Ainda assim, explica, a qualidade da tâmara natural vale o investimento dos compradores.

Já a Cortas Food, do Líbano, veio apresentar seus produtos enlatados, prontos para consumo, como feijão, calda de frutas e rosas, sementes de gergelim, azeites, óleos e picles. “Escolhemos estes produtos porque é o que os libaneses fora do país mais buscam. Nossa marca é a ‘cozinha do Líbano’. A ideia inicial é começar com foco na comunidade libanesa no Brasil, que é grande, e a partir dela, expandir”, pontuou Jacques Hamati, chefe de logística da empresa.

A MSallem também vem pela primeira vez ao Brasil e, segundo Joe MSallem, dono da empresa que tem 30 anos de história, o primeiro passo é criar conexões. “Queremos conhecer pessoas para poder ter distribuidores aqui. Acredito que sem ter a confiança e confiar em alguém não se faz negócio”, destacou ele que trouxe produtos como azeitonas e picles.

Já a agência de promoção de exportações Dubai Exports é uma veterana na feira, participa pelo quarto ano consecutivo do espaço da Câmara Árabe, desta vez com produtos de quatro empresas dos Emirados Árabes Unidos. “Estamos trazendo lançamentos, como os doces saudáveis da marca Munch Box, por exemplo. E aqui estamos em busca de distribuidores para esses novos produtos”, pontuou Zilda Rosa, especialista do departamento de serviços de exportação da Dubai Exports no Brasil.  Uma delas, a marca Date Crown, da empresária Julia de Biase, também está sendo lançada na Apas no estande da Dubai Exports, mas já tem compradores certos. “Estamos com as tâmaras e o mel de tâmaras. Já temos compradores e vai chegar a supermercados como o Oba, Mambo e a Casa Flora”, pontou Julia.

Outras empresas presentes são a Wadi El Nile, do Egito, que trouxe azeite de oliva, azeitonas, atum enlatado e óleos, e atua em parceria com a empresa de logística voltada à importação e exportação de alimentos O Primo, associada à Câmara Árabe.

Além destas, a Households & Toiletries Mfg Co., do Grupo Sukhtian, da Jordânia, trouxe pela primeira vez ao estande da Câmara Árabe produtos de setor diferente do de alimentos na Apas Show. A marca está expondo bronzeadores, repelentes e itens de higiene pessoal. A feira Apas Show vai até esta quinta-feira (09).

Serviço

Apas Show 2019
06 a 09 de maio, das 14h às 22h
09 de maio, das 13h às 19h
Expo Center Norte
Rua José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme
São Paulo
Mais informações: https://apasshow.com

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta