Empresas egípcias de alimentos participam de feira em busca de espaço no mercado brasileiro

0

São Paulo – Duas empresas de alimentos do Egito estão no Brasil pela primeira vez para participar da feira Food Ingredients South America, em São Paulo. A Almounajed Food Industries, empresa que produz salgadinhos crus (antes de fritar) à base de milho, trigo e batata, e exporta para cerca de 60 países, e a Inagrotiba, companhia de ervas e temperos que exporta principalmente para a Europa.

A Herbs Egypt, outra empresa egípcia de ervas, também conta com estande na feira. Ela exporta para o Brasil há 20 anos. A mostra começou terça-feira (21) e vai até esta quinta (23).

A empresa de salgadinhos crus Almounajed está na exposição para expandir seus negócios para toda a América Latina. Esta é a primeira vez que representantes da marca vêm ao Brasil, e a gerente de relações públicas da companhia, Fatina Almounajed (foto acima), informou à ANBA que está buscando compradores tanto de grandes indústrias de salgadinhos, para fritar, temperar e embalar com sua marca, quanto de supermercados e empórios que queiram vender diretamente para o consumidor final.

“Sabemos que temos o desafio de criar um novo hábito aqui no Brasil, porque as pessoas não estão acostumadas a comprar o salgadinho para fritar em casa, mas nosso produto é feito de forma totalmente natural, não tem conservantes e confiamos que sua qualidade seja um atrativo; e vemos que os brasileiros são bastante preocupados com a saúde, e nosso produto pode ser frito na ‘Airfryer’ também, sem óleo”, explicou Fatina nesta quarta-feira (22).

Segundo ela, a feira está rendendo diversos contatos e reuniões. Sete empresas já demonstraram interesse. A Almounajed vende para cerca de 60 países, incluindo os árabes Tunísia, Argélia, Líbia, Sudão, Arábia Saudita, Iêmen (um dos maiores compradores), Kuwait e Iraque. Mais de 65% dos produtos são exportados e, de acordo com Fatina, a capacidade de produzir 3.500 toneladas por mês faz com que seus preços sejam bastante competitivos.

A empresa é originalmente de nacionalidade Síria, fundada pelo pai de Fatina em 1945, e costumava produzir chocolates, chips, biscoitos e salgadinhos. Depois do início da guerra na Síria, em 2011, a empresa foi destruída e, em seguida, realocada para o Egito, em 2012, de onde recomeçou produzindo apenas salgadinhos.

Mohamed Shafik (2º da dir. para a esq.) e equipe da Inagrotiba

Inagrotiba

A empresa de ervas e temperos desidratados Inagrotiba também busca expandir para o mercado brasileiro. Segundo o presidente da marca, Mohamed Shafik, a feira está sendo interessante para promover contatos, reuniões e, principalmente, pesquisa de mercado. “Já temos algumas empresas interessadas, ainda não fechamos negócio, mas estamos otimistas”, disse.

A empresa quer vender a granel para outras companhias de alimentos que utilizem os temperos em produtos industrializados ou até mesmo que embalem e vendam os itens nos supermercados. “Queremos vender grandes quantidades para grandes empresas e iremos competir com a nossa qualidade, e não apenas com preço”, enfatizou Shafik, explicando que todo o processo da produção das ervas e temperos desidratados é feito com altos padrões de qualidade, e sem aditivos. A Inagrotiba está dando ênfase à venda de salsinha, cebola em pó e alho em pó aqui no Brasil. Os maiores competidores desses produtos são a Argentina para a salsinha e a China para a cebola e o alho em pó mas, segundo Shafik, sua qualidade é superior.

A Inagrotiba vende ainda orégano, manjericão, alho-poró, coentro, camomila, entre outros. A companhia foi fundada em 2014 e é especializada em desidratação de ervas, temperos, vegetais e frutas, e busca ser uma exportadora global de produtos de alta qualidade.

Herbs Egypt

Herbs Egypt está presente no mercado brasileiro há 20 anos, vendendo para outras empresas as suas ervas como manjericão, manjerona, camomila, calêndula, pimenta, salsinha, coentro e hortelã. Segundo o diretor-geral da marca, Rabie Abbas, seus principais compradores são empresas de produtos alimentícios, compradores a granel, empresas de chá e de medicina alternativa.

“Já estamos estabelecidos no Brasil, e aqui comercializamos 12 produtos; aqui na feira estamos buscando ampliar nossa base de compradores, ontem (terça-feira) fechamos um negócio e hoje (quarta-feira) temos duas reuniões, estamos satisfeitos”, contou Abbas. O diretor não quis mencionar o nome da empresa com quem fechou acordo.

Vinte anos atrás, a Herbs Egypt começou vendendo cerca de US$ 50 mil por ano ao Brasil. Hoje, vende US$ 400 mil ao ano e, segundo Abbas, até maio do ano que vem espera alcançar o montante de US$ 1 milhão, com iniciativas de marketing e a participação na feira anual da Associação Paulista de Supermercados (Apas Show).

A feira Food Ingredients South America ocorre no Expo Transamerica, na avenida Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387, Santo Amaro, São Paulo. O horário é das 13h às 20h. Para mais informações, acesse o site da mostra.

(*) Com informações da ANBA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta