Evento da Apex-Brasil tem rodadas de negócios com PMEs e mais de 100 compradores internacionais

0
370

Última atualização:

Brasília – O evento Business Connections Brazil – food and beverage chegou ao seu final estabelecendo um novo marco na internacionalização das pequenas e médias empresas brasileiras. Voltado ao segmento de alimentos e bebidas, o BCB 2020 foi uma iniciativa do Banco Interamericano de Desenvolvimento em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), os ministérios da Economia, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e das Relações Exteriores.

O evento contou com a participação de 353 fornecedores brasileiros e 137 compradores internacionais. Ao todo 43 países do continente americano, asiático, europeu e da região do oriente médio participaram deste evento.

O BCB iniciou no dia 16 de junho com uma maratona de cinco dias de capacitação preparatória para as negociações. Neste período as empresas foram qualificadas em temas como procedimentos preliminares para exportação, definição de mercado, entendendo o cliente, ações de promoção de negócios internacionais e procedimentos administrativos na exportação.

De 22 a 26, as empresas inscritas realizaram 670 reuniões com compradores estrangeiros para apresentarem seus produtos e concretizarem suas vendas. Durante essa semana foram realizadas também seis webinars para a apresentação de ferramentas de apoio à exportação e oportunidades de mercado nos países participantes.

Resumo da Maratona da Exportação:

Dia 1: Procedimentos preliminares para Exportar
Dia 2: Definição de Mercado
Dia 3: Entendendo o Cliente
Dia 4: Ações de Promoção de Negócios Internacionais
Dia 5: Procedimentos Administrativos na Exportação

Webinars BCB:

#Mercado: Golfo Árabe | #Lives BCBrazil: Apresentação com a Dubai Chamber International Office sobre o mercado de alimentos e bebidas nos Emirados Árabes Unidos e região do Golfo Arábico.

#Blockchain: canais de confiança que diminuem fronteiras: Apresentação com a IBM América Latina sobre o que é blockchain e como usar esta tecnologia de transação de negócios, que está diminuindo a fricção entre diversas cadeias de negócio, incluindo a exportação.

#Mercado: O Futuro da relação EUA-Brasil: Apresentação com o Brazil-U.S. Business Council e a Tozzini Freire Advogados sobre o futuro da relação comercial Brasil-EUA e efeitos econômicos para os países.

#Mercado: Exportação Indireta: Apresentação da Rita Campagnoli, Presidente do Conselho Brasileiro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras (CECIEx), sobre o papel da empresa comercial importadora e exportadora no apoio às exportações.

Para os organizadores e participantes o evento foi um grande sucesso que contribuiu para ampliar mais o acesso das MPEs no mercado internacional. De acordo com Ana Luzia Alhadeff, representante da empresa Doce Pedaço, “a experiência foi fantástica. Tive reuniões na semana inteira com compradores internacionais. Este evento me deu uma clara visão de que minha empresa está muito perto do padrão para a internacionalização. A oportunidade de conversar com diferentes compradores interessados no meu produto me ajudou a ver como para cada destino há um olhar. Mesmo aquilo que eu possa achar como limitação para o meu negócio é visto como uma oportunidade para um comprador de um determinado país”.

Maciel Sanches, da empresa BR Quinoa, relatou que o evento representou um importante ganho em contatos e experiência para sua empresa. “Consegui prospectar 6 clientes e falar diretamente com 3 delas. Achei o formato online muito interessante. Me senti bem confortável em conversar por meio dos tradutores com empresários de Dubai. Me vi obrigado a me mover rapidamente para atender cada mercado específico. A partir do momento que falei com o primeiro vi que eu precisava ter as respostas prontas.

Luzia também viu no evento uma grande oportunidade para aplicar os conhecimentos aprendidos nos programas de capacitação da Apex-Brasil, “todos os meus finais de semana de estudo e preparação não foram em vão. O Programa de Qualificação da Apex-Brasil (PEIEX) me deu muita segurança para negociação. Neste evento vi compradores maravilhados com o que tínhamos de apresentação. Os feedbacks que recebi foram também um grande ensino para mim. Levei tudo o que fui orientado”.

Assim como a Doce Pedaço e a BR Quinoa, centenas de empresas tiveram a oportunidade de apresentar seus produtos e negociarem a comercialização deles em diferentes países. A realização do BCB provou como o apoio da Apex-Brasil, BID e instituições parceiras, é importante para a retomada da economia e crescimento dos pequenos negócios brasileiros. Mesmo em período de pandemia nossa

(*) Com informações da Apex-Brasil

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta