Exportação de carne de frango tem queda de 17,3% em receita no mês de maio; volume cresce 4,5%

0
322

São Paulo – Os embarques brasileiros de carne de frango  cresceram em volume e caíram em receita no mês de maio. Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), foram exportadas 399,4 mil toneladas da proteína no mês, volume 4,5% maior que o registrado em maio de 2019. A receita do período totalizou US$ 546,3 milhões, valor 17,3% menor que o registrado no mesmo mês do ano passado.

No acumulado do ano, o volume exportado foi de 1,7 milhão de toneladas, volume 4,9% acima do registrado entre janeiro e maio de 2019. A receita do período totalizou US$ 2,6 bilhões, valor 3,7% menor em relação ao desempenho registrado no mesmo comparativo.

Entre os quinze principais destinos do frango brasileiro, seis são árabes. A China aparece como o maior comprador, com 289,6 mil toneladas entre janeiro e maio. No mesmo período, em segundo lugar ficou o Japão, com 176,3 mil toneladas, seguido pela Arábia Saudita, com 176,2 mil toneladas, e os Emirados Árabes Unidos, com 136,6 mil toneladas de carne de frango.

Na oitava colocação aparece o Kuwait, com 55 mil toneladas; na décima primeira, o Iêmen, com 44,3 mil toneladas. Em décimo terceiro lugar ficou o Catar, com 36,4 mil toneladas, e em décimo quinto, a Líbia, com 31,6 mil toneladas da proteína.

“A China fortaleceu sua posição como principal destino das exportações de aves e de suínos, e foi um dos impulsos para o bom desempenho dos embarques neste período. Esta é uma tendência que deverá se manter durante os próximos meses em relação ao mercado asiático”, disse em nota Ricardo Santin, diretor-executivo da ABPA.

(*) Com informações da ANBA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta