Exportações brasileiras de máquinas para Oriente Médio e Norte da África crescem 17,8% em 2012

0

São Paulo – O Brasil aumentou suas exportações de maquinário para os países do Oriente Médio e Norte da África em 2012. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), as vendas para a região cresceram 17,8% no último ano, somando US$ 362,05 milhões.

Os principais destinos árabes das exportações nacionais de maquinário foram Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Argélia, Egito e Omã. Para os sauditas, o Brasil vendeu US$ 117,28 milhões em produtos, 19,3% a mais que em 2011.

Os maiores aumentos, porém, foram nas vendas para o Iêmen, que passaram de US$ 172,9 mil em 2011 para US$ 2,01 milhões no ano passado, um crescimento de 1067%; e para o Iraque, que comprou US$ 2,48 milhões em máquinas do Brasil em 2011 e US$ 12,43 milhões em 2012, 399% a mais.

O Brasil também comprou mais máquinas e equipamentos do Oriente Médio e Norte da África no último ano. O País importou o total de US$ 9,18 milhões do mundo árabe, um crescimento de 2,3% ante 2011, sendo os Emirados o principal fornecedor, com US$ 8,31 milhões.

No total exportado pelo setor de máquinas e equipamentos no ano passado, o Brasil faturou US$ 13,2 bilhões, um aumento de 11,2% em relação a 2011. As importações brasileiras também cresceram, alcançando US$ 30 bilhões, um aumento de 0,9% ante 2011. O déficit comercial de 2012 ficou em US$ 16,8 bilhões, 5,9% a menos que no ano anterior.

Os países da América Latina foram os principais destinos das exportações nacionais, seguidos por nações da Europa e dos Estados Unidos. Os produtos mais vendidos ao exterior em 2012 foram máquinas para logística e construção civil, componentes para a indústria de bens de capital e máquinas para infraestrutura e indústrias de base.

O faturamento bruto do setor de máquinas e equipamentos em 2012 fechou em R$ 80 bilhões, 3% a menos que em 2011.

Fonte: ANBA:

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta