Exportações da Vale para o Oriente Médio recuam 15% em 2014 e totalizam US$ 1,26 bilhão

0

São Paulo – A receita obtida pela mineradora Vale com vendas ao Oriente Médio recuou de US$ 1,49 bilhão em 2013 para US$ 1,26 bilhão no ano passado, segundo dados divulgados pela companhia em seu relatório de desempenho nesta quinta-feira (26). A queda na receita operacional bruta da empresa com a região caiu 15% e o destino representou 3,1% no faturamento vindo de exportações em 2014 contra 3,3% no ano anterior.

No quarto trimestre do ano passado, de outubro e dezembro, o Oriente Médio gerou receita de US$ 288 milhões para a companhia, bem menor que os US$ 458 milhões do mesmo período de 2013 e que os US$ 359 milhões do terceiro trimestre do ano passado, que é o período de julho a setembro. As quedas foram de 59% e 20%, respectivamente.

A Vale tem uma fábrica de pelotas de minério em Omã, país árabe do Oriente Médio, que produziu 8,6 milhões de toneladas em 2014. Segundo informações divulgadas há uma semana pela empresa, foi o melhor desempenho desde a inauguração da unidade, em 2012. O volume foi 4% maior que o obtido em 2013.

Na exportação, a maior receita que a Vale teve no ano passado foi com a Ásia, de US$ 19,5 bilhões. Entre os asiáticos, a China foi o maior destino. Mas também houve uma queda significativa sobre o ano anterior nas vendas ao continente, de 26,2%. A outra região que mais comprou da Vale no exterior foi América do Sul, seguida por Europa e América do Norte.

Exportacoes da Vale para o Oriente Médio recuam (2)Em baixa

A mineradora teve queda geral na receita operacional no ano passado, de 19,5%, para US$ 38,2 bilhões. Segundo a empresa, isso ocorreu principalmente em função dos menores preços do minério de ferro e pelotas. Em parte, diz a companhia, o efeito das cotações baixas foi mitigado pelo aumento dos volumes de vendas. Mas a companhia não conseguiu reverter seu prejuízo, que passou de US$ 584 milhões em 2013 para US$ 657 milhões em 2014. O Ebitda ajustado caiu 40,8% para US$ 13,3 bilhões.

A companhia afirmou em seu relatório que 2014 foi ano de sólido desempenho a despeito dos desafios trazidos pelos preços de commodities. “Em 2014, a Vale S.A. estabeleceu vários recordes de produção, reduziu ainda mais as suas despesas em US$ 1,218 bilhão, completou oito projetos de capital, reduziu os investimentos em US$ 2,254 bilhões adicionais, negociou uma parceria estratégica no negócio de carvão em Moçambique e ainda pagou US$ 4,2 bilhões em dividendos, preservando uma estrutura saudável de capital”, informou a Vale.

Fonte: ANBA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta