Exportações do agronegócio do DF de janeiro a julho caem 29,91%

0
184

Última atualização:

Brasília (Comex-DF) – As exportações do agronegócio do Distrito Federal entre janeiro e julho registraram uma queda de 29,91% comparativamente com igual período de 2008. Nos sete primeiros meses do ano, as vendas externas de produtos agrícolas somaram US$ 57,614  milhões, contra US$ 82,202 milhões exportados no ano passado. A queda da receita deveu-se à redução dos preços internacionais de alguns  dos principais produtos exportados pelo DF e também à diminuição dos volumes exportados.

Segundo dados da Balança Comercial do Agronegócio do mês de julho divulgados pelo Ministério da Agricultura, a queda das exportações do DF foram bastante superiores àquelas registradas nas exportações totais do agronegócio brasileiro no período, que ficaram em 20,7%. Tanto no que diz respeito ao Brasil como no caso específico do DF, a maioria dos setores do agronegócio fechou o período janeiro-julho com forte redução dos valores exportados. O Brasil apresentou queda das vendas externas do complexo soja (-22,1%), carnes (-27,1%), produtos florestais (-37,3%), café (-8,4%) e couros e seus produtos (-33,9%.).

O ranking dos estados exportadores é liderado por São Paulo, com vendas externas de US$ 8,047 bilhões (queda de 7,33%), seguido por Mato Grosso, estado que exportou US$ 5,449 bilhões (16,48% a mais que em 2008), Rio Grande do Sul, com vendas externas no montante de US$ 5,389 bilhões (-15,42% em comparação com 2008) e Paraná, com exportações de US$ 5,126 bilhões (inferiores em 21,56% ao volume exportado em 2008).

Com exportações no total de US$ 57,614 milhões, o DF ocupa a vigésima-segunda posição no ranking brasileiro dos exportadores dos produtos do agronegócio, à frente dos estados do Acre, Roraima, Amapá, Sergipe e Paraíba.  Esses números asseguram ao DF uma participação de 0,15% de todas as exportações do agronegócio brasileiro nos sete primeiros meses do ano.

As informações da Balança Comercial do Agronegócio estão disponíveis no site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastcimento (http://www.agricultura.gov.br).

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta