Fiesp e Ciesp realizam Seminário “Oportunidades de Negócios com a Província de Hunan-China”

0

Da Redação

Brasília – A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), com o apoio do Conselho Chinês para  a Promoção do Comércio Internacional (CCPIT) de Guangdong e a Câmara de Desenvolvimento Econômico e Cultural Brasil-China promovem no próximo dia 29/11 o Seminário “Oportunidades de Negócios com a Província de Hunan-China”.

O objetivo do evento é apresentar as oportunidades para a geração de negócios e investimentos com uma das principais províncias da China. O evento contará com a presença do Vice-governador de Hunan, Sr. Chen Xiangqun, e de uma delegação de empresários de Hunan, com interesse em promover negócios e investimentos no estado de São Paulo.

Programa

O Seminário será aberto às 10h, com a participação de José Ricardo Roriz Coelho (Vice-presidente da Fiesp e Diretor Titular do Decomtec/Fiesp), de Thomaz Zanotto (Diretor Titular do Derex/Fiesp), Chen Xiangqun (Vice-governador da Província de Hunan), Hary Chiang (Diretor do Derex) e de Yu Yong (Conselheiro Econômico e Comercial do Consulado-Geral da China em São Paulo).

10h15-10h40 – Oportunidades de Negócios na Província de Hunan – Apresentação de vídeo institucional

Sr. Xu Xiangping, Diretor-Geral do Departamento de Comércio da Província de Hunan

10h40-11h – Panorama Econômico e Político do Brasil

Representante da Fiesp (a confirmar)

11h-11h20 – Oportunidades de Negócios e Investimentos no estado de São Paulo

Sr. Rafael Murgi, Analista Internacional da Investe São Paulo

11h20-11h30 – Apresentação das empresas chinesas

11h30-12h00 – Perguntas e Respostas

Província de Hunan

Localizada no centro da China, Hunan é  sétima província mais populosa do país asiático, com 70,7 milhões de habitantes e o nono maior Produto Interno Bruto (PIB) do país, da ordem de US$ 448 bilhões, de acordo com números de 2016. A província se destaca pela força dos setores agrícola, siderúrgico, de mineração e de transportes ferroviários e fluviais. Possui abundantes reservas de metais não-ferrosos e minerais não-metálicos. Hunan é a maior produtora de arroz e laranjas da China. As atividades de pesquisa acadêmica também são muito fortes em Hunan, que conta com  mais de 100 universidades e 12 centros nacionais de pesquisa em engenharia. O setor turístico de Hnan também ocupa posição de destaque, devido às belezas naturais e ao grande número de resorts.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta