Fórum Brasil África 2022 tem como tema Cidades Sustentáveis e abordará parcerias com o continente africano

0

São Paulo – Após duas edições online, em 2020 e 2021, o Fórum Brasil África 2022 será presencial e acontece nos dias 29 e 30 de novembro, no WTC Events, em São Paulo. O tema desta que é a décima edição é “Cidades Sustentáveis: desafios globais, soluções locais”. Realizado pelo Instituto Brasil África (Ibraf), o evento possibilita boas práticas, troca de experiências e facilita as parcerias entre o Brasil e o continente africano.

O Fórum Brasil África (BAF, na sigla em inglês) deste ano pretende inspirar gestores brasileiros e africanos para uma agenda urbana mais justa, democrática e sustentável e reunirá chefes de Estado, agentes governamentais, líderes de agências de fomento e instituições financeiras, além de representantes do setor privado e sociedade civil.

O fundador e presidente do Ibraf, João Bosco Monte (foto), informou que a programação terá nove eixos com temas-chave: Infraestrutura, Saúde e Saneamento, Mobilidade Urbana, Energias Renováveis, Gestão de Resíduos, Agricultura Urbana, PPPs, Esportes e Indústria Criativa.

Também estão previstas na programação sessões plenárias com palestrantes convidados nas suas áreas de especialização, eventos paralelos e showcases sobre temas relacionados a políticas públicas e planejamento urbano.

O fórum terá transmissão ao vivo com tradução simultânea (francês, inglês e português) por meio das redes sociais do Ibraf, que possibilitará a participação de pessoas onde quer que elas estejam. As inscrições estão abertas para a participação presencial pelo site do evento.

O BAF se consolida como encontro gerador de oportunidades entre o Brasil e os países africanos, ao buscar melhorias e aperfeiçoamento, tanto de instalações físicas, com infraestrutura, energia e saneamento – além de treinamentos educacional e técnico ligados à tecnologia – com presenças de lideranças africanas e brasileiras, assim como um time especializado de palestrantes que marcaram presença ao longo dos anos.

João Bosco Monte é professor, doutor em Educação pela Universidade Federal do Ceará e tem pós-doutorado pela Universidade de Brasília (UnB), com o foco da pesquisa na integração do continente africano. Ele já esteve em 46 dos 54 países africanos.

O presidente do Ibraf contou que “das 10 economias que mais cresceram, sete estão no continente africano. Hoje, a população está em torno de 1,4 bilhão de habitantes. Em 2050, a expectativa é que tenhamos quase 3 bilhões de pessoas residindo lá. É preciso virarmos nossos olhos para a África. Lá há ótimos negócios em potencial”, declarou.

Monte afirmou que “o Brasil e a África abrigam várias das cidades mais importantes do mundo, algumas com dezenas de milhões de habitantes e outras com dotes naturais inigualáveis, dinâmica política única e desenvolvimento econômico proeminente. São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Brasília e Porto Alegre, do lado brasileiro, Lagos, Kinshasa, Joanesburgo, Nairóbi e Cairo, do lado africano, para citar alguns, são grandes exemplos do que pode ser alcançado no nível de desenvolvimento sustentável. Essas cidades enfrentam barreiras comuns e estão prosperando com ideias inovadoras, precisando apenas de um brilho para abalar o status quo e transformar a vida de inúmeros cidadãos”, disse.

Confirma a programação completa no site

O secretário-geral da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Tamer Mansour, participa do painel O avanço das energias renováveis para o futuro das cidades, às 11 horas, no dia 30 de novembro. A plenária contará com a presença de Frannie Léautier, CEO do Grupo SouthBridge Investiments; Eduardo Pimentel, vice-prefeito de Curitiba; Jorge Samek, ex diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional; Henrique Pissaia, coordenador-geral para Alianças Estratégicas do Fundo Financeiro para Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata); Francisco Carvalho, Prefeito de Praia (Cabo Verde); e moderação de Pablo Ribeiro.

A plenária discutirá de que forma as energias renováveis podem contribuir para resolver problemas urbanos urgentes, como gestão de resíduos, energia, poluição do ar, além de melhorar a qualidade de vida da população, e que políticas devem ser adotadas para promover projetos de energia renovável em assentamentos urbanos.

Serviço

Fórum Brasil África 2022
29 e 30 de novembro (terça e quarta-feira)
Dia 29, das 10h às 16h30 (com coquetel das 20h às 22h)
Dia 30, das 8h30 às 16h30
WTC Events Center, São Paulo

(*)  Com informações da ANBA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta