Governo expressa preocupação com guerra comercial EUA-China: jogo de “perde-perde”



Última atualização: 14 de Maio de 2019 - 10:06
0
23

Da Redação  (*)

Brasília – “O governo brasileiro espera que os EUA e a China resolvam seus problemas comerciais, pois são os dois maiores parceiros do nosso país. Eventualmente, o Brasil pode beneficiar-se, não obstante, qualquer problema entre as duas maiores economias naturalmente vai acarretar dano a todo mundo”. A afirmação foi feita pelo porta-voz da presidência da República, Otávio Rêgo Barros, ao comentar os desdobramentos do contencioso comercial travado pelas maiores economias do planeta.

O porta-voz abordou o tema ao comentar sobre o recrudescimento da guerra comercial entre China e Estados Unidos. Nesta segunda-feira (13), os chineses anunciaram a elevação para 25% nas tarifas contra mais de 5,1 mil produtos importados dos Estados Unidos, no total de mais de US$ 60 bilhões.

A medida, que passará a valer a partir de 1º de junho, foi uma retaliação da China à decisão dos EUA, na semana passada, de elevarem de 10% para 25% as tarifas sobre produtos chineses, totalizando custos de US$ 200 bilhões. Para Rêgo Barros, a disputa entre as duas maiores potências econômicas do planeta acarreta danos a todos os países.

(*)  Com informações da Agência Brasil

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta