Grupo Natos aguarda com expectativa ações do governo Jair Bolsonaro para o turismo nacional

1
1024

Última atualização:

Da Redação

Brasília –  O Grupo Natos, sediado em Goiânia e com grande expertise nas áreas de incorporação, comercialização e gerenciamento de empreendimentos imobiliários, de hotelaria e lazer, aguarda o início do mandato do presidente eleito, Jair Bolsonaro, na expectativa de que o novo governo aumente os incentivos ao turismo nacional, implemente políticas capazes de explorar o enorme potencial turístico nacional, trabalhe para aumentar o número de turistas estrangeiros no País e invista em infraestrutura, como aeroportos, portos e estradas, de maneira a contribuir para o aumento do fluxo turístico doméstico e internacional no Brasil.

Grupo Natos aguarda com expectativa ações do governo Jair Bolsonaro para o turismo nacionalDe acordo com o CEO do Grupo Natos, Rafael Almeida, “esperamos uma solução coerente para a Lei do Distrato (que tramita no Congresso Nacional e visa disciplinar a resolução do contrato por inadimplemento do adquirente de unidade imobiliária em in incorporação imobiliária e em parcelamento de solo urbano) e também maior incentivo ao turismo brasileiro, um setor que atinge uma grande cadeia produtiva e emprega milhares de pessoas em todo o País. Temos um potencial turístico enorme e com a desvalorização cambial conseguimos reter e atrair um número crescente de turistas estrangeiros e reter os turistas internos”.

Ao falar sobre suas expectativas com o novo governo, Rafael Almeida ressalta que “ é preciso investir em infraestrutura como aeroportos, portos e estradas, além da capacitação de mão de obra qualificada. Recentemente, entidades do setor imobiliário/turístico foram acionadas pela equipe de transição do futuro governo para apresentar uma relação de demandas desse importante segmento da economia brasileira. Eu tive a oportunidade de contribuir com esse esforço enviando os itens do nosso setor por meio a ADIT e do SECOVI/SP, dos quais participo ativamente como conselheiro e membro de comissões específicas. Espero que essa seja a tônica do novo governo”.

O Grupo Natos

Criado em 2012, com o objetivo de desenvolver empreendimentos ligados ao turismo na cidade de Olímpia, no interior de São Paulo, o Grupo Natos (Negócios Avançados em Turismo Orientado para a Sustentabilidade), tem como objetivo a incorporação e gestão de resorts na modalidade de uso por tempo compartilhado.

Grupo Natos aguarda com expectativa ações do governo Jair Bolsonaro para o turismo nacional
Alexandre Zubaran e Rafael Almeida – CEO do Grupo Natos

O Grupo Natos inaugurou em maio de 2018 o Olímpia Park Resort, com 912 apartamentos de um e dois quartos, divididos em quatro torres de 17 andares cada uma. Para junho de 2020 está previsto o início das operações do Solar das Águas Park Resort, também com quatro torres de 16 e 17 andares e 1.000 apartamentos de um e dois quartos. Nos dois empreendimentos, o investimento total deverá se aproximar de R$ 1 bilhão.

 

Grupo Natos aguarda com expectativa ações do governo Jair Bolsonaro para o turismo nacional
Enjoy-Olímpia-Park-Resort

Otimista com os indicadores de uma importante retomada da economia brasileira, Rafael Almeida fala sobre os planos do Grupo Natos para os próximos anos: “estamos otimistas e pretendemos lançar novos empreendimentos em 2019 pois vemos que a economia e a confiança dos consumidores estão retornando a patamares seguros para novos empreendimentos. Além disso, estamos próximos da entrega de um um empreendimento, o que faz com que os distratos caiam consideravelmente, permitindo assim a venda de um novo produto, pois não é fácil conviver com as revendas de distratos e a venda de novos contratos. Temos grande preocupação com isso e não saímos lançando novos negócios para não prejudicar o mercado, como já ocorre em outras praças”.

Conceito da multipropriedade

Rafael Almeida abordou também a ação inovadora do Grupo Natos com a criação da Enjoy, empresa especializada em administração hoteleira,  até então inexistente no mercado brasileiro: “a administração está na última pona da cadeia. É a concretização de tudo aquilo que foi prometido ao cliente desde a pré-venda do empreendimento. O investimento em especialização no segmento de administração hoteleira é essencial  para consolidar o conceito de multipropriedade no Brasil. É uma operação muito complexa administrar um empreendimento hoteleiro que recebe, ao mesmo tempo, hóspedes comuns e proprietários de cotas. Por isto criamos a Enjoy, que tem sido um grande sucesso”.

Grupo Natos aguarda com expectativa ações do governo Jair Bolsonaro para o turismo nacionalAo aprofundar mais na explicação das funções realizadas pela Enjoy, Rafael Almeida destaca que “as administradoras tradicionais focam em resultados, na última linha, e nós enxergamos que, além disso, temos que tratar os proprietários conforme os condomínios de primeira moradia, atendendo às suas necessidades e expectativas quanto ao seu imóvel de férias. Essa especialização de administradora hoteleira faz com que todo o sonho que o proprietário comprou no estande de vendas se concretize na operação, pois existe um caminho longo e difícil entre a promessa de venda e a realidade”.

Segundo o executivo do Grupo Natos, “além dos Estados Unidos, esse modelo é bastante utilizado nos países do Caribe e da Europa e o mercado brasileiro recebeu muito bem essa novidade, pois não existe nada mais inteligente do que pagar apenas pelo que se usa. A sensação do vencimento de um produto em sua geladeira já é ruim e  imagine pagar condomínio, funcionários, água e energia sozinho e usar muito pouco durante o ano. Além dessa questão da divisão das despesas fixas de uma casa de férias, existe a possibilidade da troca de suas semanas com outros destinos por meio do Clube de Férias. Ou seja, seu ativo gerando férias recorrentes para você, lembrando que vendemos segunda moradia e não investimento. O turismo compartilhado vem crescendo muito no Brasil e está se revelando uma solução viável para vários destinos turísticos, pois os custos fixos do ativo são rateados pelos proprietários”.

Comentários

Comentários

1 COMMENT

Deixe uma resposta