Guerra comercial EUA-China abre oportunidades de exportação para 34 produtos brasileiros

0
50

Brasília – As sanções impostas recentemente pelos Estados Unidos a uma série de produtos oriundos da China abriu espaço para que outros países fornecedores dos mesmos itens possam conquistar uma nova fatia do mercado americano. De olho nesse movimento, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com André Soares, do think tank americano Atlantic Council, identificou um potencial de aumento nas vendas do Brasil para os Estados Unidos de até US$ 4,25 bilhões em uma lista de 34 produtos. Em 2018, as exportações brasileiras desses mesmos itens somaram aproximadamente US$ 1 bilhão.

A análise comparou o preço médio dos produtos oferecidos pelos chineses, após a sobretaxa, com os produtos brasileiros, além de outros oferecidos por 68 países que já são parceiros comerciais dos Estados Unidos. Agregou a isso outros fatores, como os produtos em que o Brasil já é especializado em exportar, que o Brasil vende com constância ou em que o volume de exportação não é muito baixo, por exemplo. A partir disso, chegou-se a uma lista de 34 itens com potencial para aumentar o volume de exportações.

Ferro, aço, plástico, madeira, calçados, têxteis, e alimentos como pera e frutas secas, constam no rol dos produtos elencados pelo estudo.
Em maio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, oficializou o aumento adicional de tarifas de 10% para 25% sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses, totalizando US$ 250 bilhões em produtos com sobretaxa de 25%. A análise foi apresentada a empresários por meio de um webinar.

“A Apex-Brasil está sempre atenta às oportunidades de mercado para as empresas brasileiras e é importante ressaltar que, ao fazer essa análise, a instituição se ateve à conjuntura comercial sem qualquer tipo de julgamento de valor sobre as relações entre os dois países”, destaca Gustavo Ribeiro, coordenador de Acesso a Mercados da Apex-Brasil.

Em 2018, o Brasil exportou US$ 28,7 bilhões para os Estados Unidos. Se aproveitadas totalmente as oportunidades abertas – ou seja, os US$ 4,25 bilhões – o incremento nas vendas para os norte-americanos poderá somar cerca de 15%.

CONFIRA A LISTA COMPLETA DOS 34 ITENS 

  1. Ferro e aço
    2. Partes para aviões ou helicópteros
    3. Sacos, bolsas e cartuchos, de outros plásticos
    4. Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em automóveis de passageiros
    5. Motores elétricos de corrente alternada, polifásicos, de potência > 750 W e <= 75 kW
    6. Ácidos monocarboxílicos aromáticos, seus anidridos, halogenetos, peróxidos, perácidos e derivados
    7. Eixos e rodas e suas partes, de veículos para vias férreas
    8. Motores elétricos de corrente alternada, polifásicos, de potência <= 750 W
    9. Madeira compensada ou folheada, e madeiras estratificadas semelhantes, de bambu
    10. Concentrados de proteínas e substâncias protéicas texturizadas
    11. Gálio, germânio, háfnio, índio, nióbio, rênio e vanádio, em formas brutas; desperdícios e resíduos; pós
    12. Catalisador em suporte, tendo como substância ativa um metal precioso ou um composto de metal precioso
    13. Buta-1, 3-dieno e isopreno não saturados
    14. Peras e outras frutas secas
    15. Aldeídos acíclicos não contendo outras funções oxigenadas
    16. Ésteres do ácido acrílico
    17. Tubos de borracha vulcanizada não endurecida, reforçados ou associados apenas com metal, sem acessórios
    18. Resíduos e desperdícios de platina ou de metais folheados ou chapeados de platina
    19. Molas helicoidais de ferro ou aço
    20. Ésteres do ácido metacrílico
    21. Óxidos e hidróxidos de vanádio
    22. Cilindros de laminadores, de metais
    23. Aparelhos de raio X, de radiofotografia ou de radioterapia, para outros usos
    24. Madeira compensada, constituída por folhas de madeira (exceto bambu), cada uma das quais de espessura não superior a 6 mm, com pelo menos uma face de madeira tropicais
    25. Ferramentas intercambiáveis de tornear, de metais comuns
    26. Escovas de carvão, para usos elétricos
    27. Nozes de macadâmia, sem casca, frescas ou secas
    28. Placas, folhas ou tiras, de mica aglomerada ou reconstituída
    29. Fios de algodão, para venda a retalho, contendo => 85% em peso de algodão
    30. Outros aditivos preparados, para óleos minerais ou para outros líquidos com fins semelhantes
    31. Papéis e cartões, não revestidos, contendo <= 10% de fibras obtidas por processo mecânico ou químico-mecânico, de peso > 150 g/m2, em rolos ou folhas
    32. Pastas carbonadas para eletrodos e pastas semelhantes para revestimento interior de fornos
    33. Iodetos e oxiiodetos
    34. Pneus recauchutados, dos tipos utilizados em automóveis de passageiros (incluídos os veículos de uso misto e automóveis de corrida)

(*) Com informações da Apex-Brasil

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta