Hong Kong, com 7,5 milhões de habitantes, exportou em junho duas vezes mais que o Brasil

0
250

Última atualização:

Hong Kong – Honk Kong, uma das duas Regiões Administrativas Especiais (RAE) da República Popular da China –a outra é Macau-, com uma população de 7,5 milhões de habitantes, registrou no mês de junho exportações no total de US$ 39,35 bilhões, com uma queda anualizada de 1,3%, segundo dados divulgados pelo Departamento de Censo e Estatística da RAE.

Para se ter uma ideia da magnitude desse número, no mesmo período, as exportações brasileiras totalizaram US$ 17,912 bilhões, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia. No período, as vendas externas de Hong Kong foram quase duas vezes e meia superiores às exportações brasileiras.

Hong Kong ostentou em junho números igualmente expressivos em relação às importações. Apesar de registrar uma queda anualizada de 7,1% as compras externas da RAE totalizaram aproximadamente US$ 38 bilhoes ( 338,9 bilhões de dólares de Hong Kong). Assim, a Regkão Administativa Especial fechou o mês de junho com um déficit comercial de cerca de US$ 4 bilhões (33,3 bilhões de dólares de Hong Kong), ou 9,8% do valor das importações.

Comparando o segundo trimestre deste ano com o anterior com uma base sazonalmente ajustada, o valor das exportações aumentou 5,8%, enquanto o de importações cresceu 0,3%.

Um porta-voz do governo da RAEHK disse que, olhando adiante, a contínua propagação da COVID-19 em partes do mundo permanece uma ameaça chave para a perspectiva econômica global.

Diante de um ambiente externo desafiador, o desempenho das exportações de mercadorias de Hong Kong poderá permanecer contido no futuro próximo, disse o porta-voz.

(*) Com informações da Agência Xinhua

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta