Imersão com empresários brasileiros vai explorar ecossistema de inovação em Israel

0
792

Última atualização:

Brasília – Considerado um dos países mais inovadores do mundo, Israel será palco do cronograma da imersão que a Confederação Nacional da Indústria (CNI) realizará entre os dias 22 e 26 de setembro. Ao todo, 29 gestores, executivos e líderes empresariais participarão de cinco dias intensos de programação no país conhecido como Nação Startup – região com maior concentração de startups fora do Vale do Silício.

Esta edição será realizada em parceria com o Instituto de Tecnologia de Israel (Technion), uma das principais universidades de pesquisa científica e tecnológica do mundo e com a Harpia Capital. Inscritos participarão de palestras, workshops e visitas técnicas tanto no centro de Inovação da Technion, em Haifa, ao norte de Israel, como também nas cidades de Tel Aviv e Jerusalém.

Em TelAviv, Haifa e Jerusalém, a delegação terá a oportunidade de interagir com nomes reconhecido na área de venture capital, terá aulas com especialistas em empreendedorismo e gestão da inovação, visitará incubadoras e aceleradoras e conhecerá startups e centros de PD&I de multinacionais que foram atraídas até Israel pelo potencial de inovação do país.

Esta é a terceira imersão realizada pela CNI no país do Oriente Médio e um dos resultados desse esforço foi o lançamento de uma chamada de cooperação tecnológica e econômica entre a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e a Autoridade de Inovação de Israel, que destinará US$ 10 milhões a projetos inovadores realizados em conjunto por empresas com sede nos dois países.

“O que buscamos com o Programa de Imersões é justamente isso: abrir portas para que nossas instituições de fomento e empresas se associem a parceiros que atuam na fronteira para o desenvolvimento de produtos e serviços mais inovadores e, por consequência, mais competitivos nos mercados interno e externo”, afirma a diretora de Inovação da CNI, Gianna Sagazio.

A diretora explica que o objetivo do programa é apresentar aos participantes o que há de mais avançado em tecnologia, empreendedorismo, gestão, pesquisa, desenvolvimento e inovação em Israel. É importante que as lideranças empresariais possam desenvolver competências para atuação em ambientes de inovação, gestão e tecnologia, aprimorando sua visão com ênfase na estratégia de negócios e nas mudanças que a nova dinâmica de produção e consumo impõe às empresas.

Concentração de startups

Entre outros motivos, Israel foi escolhido para ser o destino da 19ª edição do Programa de Imersões da CNI por ter a inovação no centro de sua estratégia de desenvolvimento econômico. O país tem 350 centros de pesquisa, desenvolvimento e inovação de multinacionais. Segundo o governo israelense, 4% do seu Produto Interno Bruto (PIB) são investidos em pesquisa e desenvolvimento. É o dobro da média dos países que compõem a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), considerados os mais ricos do mundo.

Israel tem ainda a maior concentração per capita de startups do mundo: uma a cada 400 pessoas. Estima-se que a cada ano 1,4 mil startups nasçam em Israel – uma a cada seis horas. Uma das cidades que será visitada pelas lideranças empresariais brasileiras será Tel Aviv, considerada um dos maiores hubs de startups do mundo.

Hoje, Israel também é referência em tecnologias de dessalinização da água do mar. O conhecimento é exportado para outras regiões afetadas por secas e estiagens prolongadas, como a Califórnia. Além disso, ali foi inventada a técnica de microirrigação, que viabilizou tornar as terras desérticas em zonas de plantio.

Progrma de imersões

Desde o seu lançamento, em 2016, o Programa de Imersões em Ecossistemas de Inovação da CNI realizou 18 edições, tanto no exterior (Estados Unidos, Alemanha, Suécia, Holanda, Israel, Itália, Suíça e China) quanto no Brasil. Ao todo, 517 executivos participaram do programa, representando mais de 200 organizações.

O programa tem por finalidade aproximar a indústria brasileira a hubs de inovação dentro e fora do Brasil, viabilizar projetos colaborativos de pesquisa, desenvolvimento e inovação e facilitar a criação de negócios intensivos em conhecimento em tecnologia. Em 2019, além de Israel, também haverá rodada no Brasil, onde serão conhecidas instituições e centros de P&D de referência no Brasil. As inscrições para a imersão, que vai de 4 a 8 de novembro, já estão abertas.

Da atual edição, em Israel, participarão lideranças da Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Departamentos Nacional e Regional do MT), do Serviço Social da Indústria (Departamentos Regionais do MS e MT) e das empresas BoschBRF, Danfoss, Energisa e Harpia Capital, além da própria CNI.
(*) Com informações da CNI

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta