Internacionalização de empresas: Apex-Brasil seleciona parceiro para executar o PEIEX no Rio Grande do Sul

0

Brasília – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) está com chamamento aberto para selecionar instituição parceira para executar o Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX) no Rio Grande do Sul. O chamamento para instituições públicas e privadas está aberto até 24 de março. 

O PEIEX é oferecido pela Apex-Brasil com o objetivo de qualificar as empresas brasileiras para que iniciem o processo de exportação de forma planejada e segura. O Programa é implementado em todo o país por meio de parcerias que a Agência firma com instituições como Universidades, Parques Tecnológicos, Fundações de Amparo à Pesquisa, Federações de Indústria, entre outras. 

“Quando a parceria é estabelecida, as instituições tornam-se entidades executoras do Programa e são responsáveis pela aplicação da metodologia do PEIEX na qualificação das empresas, designando profissionais especialistas em comércio exterior para orientar os empresários nos caminhos mais adequados para se prepararem para competir internacionalmente”, destaca Deborah Rossoni, Gerente de Competitividade e Ensino da Apex-Brasil.

No Rio Grande do Sul, o chamamento abrirá oportunidades para execução do PEIEX em dois núcleos: Porto Alegre, que atenderá empresas desse município e terá polos avançados nos municípios de Santa Maria e Pelotas para atendimento às empresas dessas regiões; e Caxias do Sulque realizará a qualificação de empresas desse município e terá polos avançados nos municípios de Bento Gonçalves e Erechim. Instituições interessadas poderão concorrer aos dois núcleos ou a apenas um deles.

A Apex-Brasil mantém o PEIEX no Rio Grande do Sul há 10 anos. Até dezembro de 2020, foram atendidas 4.349 empresas, das quais 73,49% estão na categoria de micro e pequenas empresas. Entre elas, 669 exportaram até dezembro de 2020 o montante de R$ 637,85 milhões (um aumento de 8% dessas mesmas emresas, relativo ao ano de 2019). As exportações são de 67 diferentes setores, sendo os 10 primeiros: (78,78% das exportações até o período): Alimentos e Bebidas (6 setores) 61,01%; Máquinas e motores 5,29%; Têxteis 4,31%; Ferramentas, talheres e outras obras de metal 3,29%; Móveis e mobiliário médico-cirurgião 2,94%.

Um dos destaques da produção do Rio Grande do Sul e que merecerá atenção especial é o setor de lácteos. Assim, a Apex-Brasil pretende que o núcleo do PEIEX em Porto Alegre tenha expertise para qualificar empresas desse subsetor nos três estados da região Sul. Em decorrência dessa expertise que se intenciona estabelecer no âmbito desse novo Núcleo, o atendimento especializado a empresas de lácteos fora do raio de atuação de Porto Alegre deverá ser realizado exclusivamente na modalidade “à distância”.

Sendo assim, empresas do setor metal mecânico, vitivinícola, de mobiliário e de produtos alimentícios, que ainda não exportam, podem se beneficiar da qualificação oferecida pelo PEIEX e, em curto prazo, integrar o esforço exportador gaúcho. No decorrer do Programa, empresas de outros setores poderão ser qualificadas, desde que possuam produto/serviço exportável, conforme caracterização da metodologia PEIEX.

A expectativa é que o núcleo de Porto Alegre, junto com os polos de Santa Maria e Pelotas, atenda 175 empresas. Destas, 125 serão atendidas na região imediata à capital do estado, enquanto cada polo deverá qualificar 25 empresas. Espera-se, ainda, que o Núcleo de Caxias do Sul capacite 75 empresas, ficando os polos de Bento Gonçalves e de Erechim responsáveis por 25 empresas cada um.

A instituição selecionada para executar o PEIEX no núcleo de Porto Alegre firmará com a Apex-Brasil um convênio com duração de 30 meses. Para execução dele, são previstos R$ 1,90 milhão, sendo que a Apex-Brasil aportará R$ 1,33 milhão e a instituição parceira R$ 571 mil, a título de contrapartida. Já a instituição selecionada para executar o PEIEX em Caxias do Sul também firmará com a Apex-Brasil um convênio com duração de 30 meses e terá, previstos, R$ 1,31 milhão, sendo que a Apex-Brasil aportará R$ 918 mil e a instituição parceira R$ 393 mil.

Caso uma instituição concorra a ambos os convênios e seja selecionada, será firmado apenas um convênio para a execução dos núcleos de Porto Alegre e de Caxias do Sul. Nesse caso, a instituição firmará com a Apex-Brasil um convênio com duração de 30 meses. Para execução dele, são previstos R$ 3,21 milhões, sendo que a Apex-Brasil aportará R$ 2,2 milhões e a instituição parceira R$ 965 mil.

Instituições interessadas têm até as 23h59 do dia 24 de março para submeter sua proposta.

SERVIÇO

Seleção de instituição executora do PEIEX no Rio Grande do Sul

DATA: Envio das propostas até 24 de março

INFORMAÇÕES SOBRE O EDITAL: https://portal.apexbrasil.com.br/licitacoes-apex/. Selecionar o Status “em andamento” e o Ano “2021” e clicar em Filtrar. Em seguida, no Chamamento Público 02/2021, o interessado deve clicar em Participar. Na sequência, é preciso fazer um breve cadastro.

Mais informações

competitividade@apexbrasil.com.br

(*) Com informações da Apex-Brasil

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta