Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016 são foco do turismo brasileiro para atrair turistas

0

Brasília – Foi dada a largada para um ano intenso de promoção internacional do Brasil. Essa semana, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) vem realizando uma série de atividades com os principais representantes do setor turístico, a fim de fortalecer a estratégia de divulgação do Brasil no exterior e convidar os turistas para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016.

Em encontro, que aconteceu ontem (29) no Rio de Janeiro, os executivos dos Escritórios Brasileiros de Turismo (EBTs) apresentaram, ao trade turístico e aos secretários de Turismo de todo o País, informações estratégicas de países prioritários para o Brasil. O objetivo é alinhar as ações previstas pelo Governo Federal junto aos Estados.

Para o presidente Vinícius Lummertz, o momento é de alinhar as estratégias na promoção internacional dos jogos. “O mote das Olimpíadas é uma excelente oportunidade para criarmos um espaço de discussão e fortalecimento do setor em um momento chave para o turismo. Esse intercâmbio de informações permite um aprimoramento mútuo, de todos os entes envolvidos”, declarou.

O Brasil sediará as primeiras Olimpíadas da América do Sul, o que tem importância histórica para o continente e para o movimento olímpico. A estimativa é que mais de 300 mil visitantes do exterior venham ao Brasil para a competição.

Lummertz estima que, à semelhança do que ocorreu com a Copa do Mundo, haja um reforço no fluxo de turistas para o Brasil. “Na condição de anfitrião desse megaevento temos que envidar esforços para aumentar o número de visitantes internacionais por todo o país. O Rio de Janeiro será a porta de entrada, mas trabalharemos para que turistas do mundo inteiro visitem as cidades brasileiras durante os Jogos”, ressalta.

Na oportunidade, representantes do trade turístico entregaram ao ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, que estava presente no evento, e ao presidente da Embratur, manifesto de apoio à isenção de vistos em caráter excepcional para os norte-americanos durante as Olimpíadas.

O presidente Lummertz considera o tema fundamental e estratégico para o setor. “Nós, Embratur e Ministério do Turismo, seremos defensores dessa iniciativa junto aos demais órgãos”, afirmou. O ministro Henrique Alves se comprometeu em apresentar o pleito ao Congresso Nacional.

As atividades continuam nesta quinta-feira (30), em Brasília. Os EBTs e as Diretorias da Embratur realizam imersão, na sede do Instituto, para tratar sobre tendências e oportunidades de mercado.

Fonte: MTur

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta