Le Bristol Paris e sua fábrica de chocolates: um conto de Natal para ser apreciado sem moderação

0

São Paulo – Nos bastidores do renomado Hotel-Palácio há um lugar mágico, cheio de criatividade: a fábrica de chocolate do Bristol Paris. Ali, delícias artísticas estão sendo criadas para celebrar a temporada festiva, dentre elas, o Yule Log 2020.

Uma seleção personalizada de chocolates artesanais foi criada para cada restaurante e bar do lendário hotel, e 25 joias comestíveis estão disponíveis em caixas exclusivas de presente, em edição limitada para o Natal.

Os chocolates apresentam sabores sedutores, dentre eles, os de cobertura de chocolate da Papua Nova Guiné, chá defumado, baunilha assada, mel picante ou ganache de limão. 3.000 bombons de chocolate e até 60 kg de ganache se juntam ao desfile de esculturas elaboradas e joias doces.

Sob a maestria gastronômica do estrelado chef francês Eric Frechon, o Le Bristol Paris se dedicou ao artesanato culinário em todos os detalhes, após estabelecer um moinho de farinha artesanal, uma padaria e agora um ateliê de chocolate.

CHOCOLATE DESEJO

O Le Bristol Paris concedeu um desejo de Natal ao pastry chef Julien Alvarez, oferecendo uma oficina exclusiva para as suas delicadas criações. “Adoro o aroma, o toque delicado, a maleabilidade do chocolate, é uma substância incrível”, afirma o chef. “A criação 100% artesanal está no DNA do Hotel-Palácio, então eu sabia que meu sonho acabaria se tornando realidade.”

A fábrica de chocolate segue a homenagem do Le Bristol ao pão natural; os trigos antigos são transformados no local, do moinho ao forno, em gloriosas almofadas de sabor. Este pão raro abre a experiência no Epicure, restaurante  três estrelas Michelin,  que agora é finalizada com os chocolates artesanais do chef Alvarez.

No ateliê de chocolate do Le Bristol Paris, o melhor dos melhores cacaus, tais como, Jivara Equatoriano, Madagascar Manjari, Caribe Bahibé, Madong, Jamaica, Macaé, são transformados em promessas de felicidade. As avelãs do Piemonte são magicamente transformadas em praliné, corações de marshmallow são abraçados em ganache. Esculpidos no mármore, ondas de chocolates se unem ao sabor de especiarias, cidra e baunilha torrada.

UM CONTO COM DOIS HERÓIS

A fábrica de chocolate de Le Bristol apresenta Julien Alvarez e Johan Giacchetti.

Alvarez foi premiado com apenas 21 anos de idade como World Pastry Champion e Giacchetti recebeu o título France Chocolate Champion (Coupe de France des jeunes Chocolatiers Confiseurs). Mais tarde, ele participou do World Chocolate Masters em 2014.

Giacchetti é “um purista” – antes que os Chefs Julien Alvarez e Eric Frechon lhe confiassem as chaves da fábrica de chocolate, esse virtuoso confeiteiro foi pâtissier-chocolatier na Gérard Mulot e  Chocolate Chef na Dalloyau.

“Cada chocolate pode ser refeito dez vezes antes de ser finalizado para ser colocado no mármore”, diz o apaixonado Johann Giacchetti.

(*) Com informações do Le Bristol Paris

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta