LGPD – Transferência de dados entre Brasil e Europa, o que você precisa saber

0

“Quanto maior for a Segurança da Informação e a adequação à LGPD, maiores serão as possibilidades de expansão.”

A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados nº 13.709/2018) foi baseada no GDPR (General Data Protection Regulation), que tem como objetivo principal garantir o controle e o uso seguro dos dados em toda a EUROPA, garantindo a transparência das informações e os direitos dos usuários.

Embora se restrinja a UE, o GDPR afetará toda empresa que tenha ou queira ter negócios com qualquer país da União Europeia, pois a GDPR restringe a transferência de dados para países sem uma legislação adequada à proteção de dados.

Antes da LGPD, para as empresas manterem negócios com qualquer país ligado aà UE, precisavam investir nos chamados salvaguardas adicionais que são exigidas pela GDPR, e essas exigências elevam os custos para as empresas que estão em países que não sejam reconhecidos como detentores de nível adequado de proteção de dados na forma como estabelece o GDPR.

Leia ainda: Por que devo adequar minha empresa à LGPD?

Logo, torna-se essencial compreender que a LGPD entra em vigor não somente para garantir o direito dos dados pessoais, mas também para abrir portas para as empresas que desejam ampliar seus negócios no Comercio Exterior, sem se preocupar com os custos extras gerados pelas salvaguardas adicionais, bastando, para isso, realizar a adequação à LGPD.

E a sua empresa, já se adequou à LGPD? Se interessou pelo assunto?

Investir em segurança é o diferencial de sua marca.

Se ficou com alguma dúvida, estamos à disposição, mande-nos um e-mail: dalva@usetecnologias.com.br

Dalva Azevedo Neiva – é Cofundadora e Sócia – USE Tecnologias®, Coordenadora da ANPPD@ Regional DF, Membra do Comitê de Segurança da ANPPD®, DPO e Consultora de Privacidade de Dados Gestora de Riscos de Segurança e Privacidade 

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta