Liderança que inspira

0
57

Última atualização:

Melissa Iaione (*)

Iniciei minha trajetória profissional quando comecei a cursar publicidade e propaganda, enquanto aguardava o início do curso de arquitetura, que na época era minha primeira opção. Acabei gostando da área e direcionei minha carreira para comunicação.

Trabalhei em agências de publicidade, experimentei desde design de estampas têxtis, criação de peças publicitárias até o planejamento de mídia. Mas acabei me identificando com o marketing quando ingressei em um MBA executivo e fui admitida no meu primeiro emprego na área.

Quando entrei no mercado, me imaginava trabalhando no departamento de criação de grandes agências. O sonho de criar não mudou, apenas se adaptou a uma realidade mais ampla, estratégica e mais voltada ao negócio das empresas. Com o marketing também tenho a possibilidade de criar soluções em meio a diferentes negócios, contextos de mercado, culturas e comportamentos do consumidor.

Já passei por diferentes segmentos de mercado, B2B e B2C, ora desenvolvendo estratégia de projetos, ora traçando planos de ativação para PDV, ora testando aromas e texturas para o mercado de balas e doces, e até imersa em um mundo mais do que incrível que é o agronegócio. Sempre digo para minhas equipes que essa é justamente a magia do marketing, a “diversidade” de rotinas: dormir pensando nos detalhes operacionais de um evento, e acordar trabalhando em um plano estratégico de longo prazo.

Ser mulher nesse contexto é trabalhar com sensibilidade, com olhar multifocal e comportamento multitarefas, e assim segui minha caminhada plural e enriquecedora. Na maioria das empresas trabalhei em mercados e equipes com predomínio masculino. Isso nunca foi problema, e sim uma oportunidade. Acredito que, como mulheres, acabamos naturalmente desenvolvendo formas de trabalhar e nos posicionar nesses ambientes. Ainda assim, algumas situações são mais desafiadoras.

Já estive à frente do marketing para exportação em uma indústria do agronegócio, responsável por estratégias em mercados como África, Oriente Médio e Leste Europeu. Visitar mercados e clientes, realizar eventos, gerenciando equipes de outras culturas e crenças, até mesmo em relação às mulheres no mercado de trabalho, foi realmente desafiador.

As experiências profissionais, tão diversas, me possibilitam desenvolver minha equipe e contribuir no ambiente em que me insiro. Mas, mais do que nunca, me vejo aprendendo todos os dias, me reinventando. Acelerando, mudando e me transformando, agora e daqui para frente.

Hoje, o que me inspira são líderes que, em prol da proatividade e desenvolvimento das pessoas, abrem mão de processos mais hierárquicos e colocam sua equipe sempre à frente na hora de comemorar resultados, de receber feedbacks positivos e assumir a responsabilidade com seus liderados por erros cometidos. Acredito que funcionam melhor e têm sucesso ambientes de trabalho organizados, mas com políticas de portas abertas, de troca de conhecimentos e participação em todos os níveis.

Trabalhar em uma multinacional que se reinventa a cada dia e aposta em tecnologia para impulsionar os negócios é como me vejo, como me identifico. É um orgulho estar à frente da área de marketing de uma empresa tradicional, mas com um DNA puramente inovador. Uma história sólida que se mistura com um futuro totalmente diferente, tecnológico e disruptivo. Afinal, as mulheres no mercado de trabalho são disruptivas, sempre quebramos paradigmas.

(*) Melissa Iaione é gerente de Marketing da Husqvarna para América Latina

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta