Madeiro Beach, na paradisíaca praia de Pipa, um hotel boutique de charme onde a natureza é o ator principal

0

Da Redação

Brasília – “Um hotel com estilo minimalista, onde a natureza se torna o ator principal.” Esta frase emblemática, de Bruno Freitas Le Moal, Diretor do Madeiro Beach Hotel, define com precisão a essência desse hotel boutique. Localizado no alto de uma falésia rústica, circundado pela exuberância da mata Atlântica preservada e com vista panorâmica para a  praia do Madeiro, no distrito de Pipa, município de Tibau do Sul, a pouco mais de 80 kms de Natal, o hotel é, ao mesmo tempo, acolhedor e sofisticado

De origem franco-brasileira, o hotel busca mesclar serviço de excelência com o calor nordestino e a atenção nos detalhes à moda francesa. Valoriza também as culturas nordestina e brasileira através da decoração de suas habitações, onde são utilizadas peças de artesanato de várias regiões do país, de peneiras indígenas à cerâmica pernambucana e trançados em táboa do Ceará, de Sergipe e do Piauí.

Foto do Deck Panorâmico. Foto: Alberto Bandeira

A harmonia entre hotel e natureza é perceptível dos decks panorâmicos instalados próximo ao restaurante e em várias de suas habitações, de onde se descortina uma vista exuberante de toda a extensão da praia do Madeiro.

Do deck principal, no meio das manhãs luminosas, é possível acompanhar o vai-e-vem dos golfinhos, que chegam bem próximos à praia de águas quentes e tranquilas, com seu balé suave e harmonioso. Eles fazem a alegria de um público de todas as idades e procedências.

À hora do café da manhã, surgem saguis, saltitantes equilibristas, à procura de frutas para o desjejum. Iguanas também têm ali seu habitat natural. Pássaros os mais diversos, com sua rica sinfonia, ajudam a compor o cenário emoldurado por tons de verde intenso que encanta.

Na origem, a preservação da natureza como conceito básico

Segundo o diretor do Madeiro Beach, Bruno Freitas Le Moal, o hotel nasceu do sonho de quatro franceses que buscavam um lugar onde pudessem ter um contato permanente com uma natureza preservada, ideal para a prática do surf e banhado pelo sol quase o ano inteiro. Foi o mesmo motivo que levou Bruno Le Moal juntamente com sua esposa, a assumir a gestão do hotel há mais de quatro anos e criar sua família nesse lugar tão especial.

“Se tem uma frase que caracteriza bem o nosso hotel, ela é: a paz que a natureza traz”, conforme afirma o Diretor. Ele ressalta que “a conexão com uma natureza preservada está no coração da filosofia do hotel e é essa filosofia que procuramos transmitir aos nossos hóspedes. Espaço, tranquilidade, privacidade são palavras que descrevem a experiência de desfrutar de uma estadia em nosso hotel”.

A tranquilidade é assegurada pelo ambiente cercado de natureza e pela amabilidade, gentileza e profissionalismo de uma equipe de colaboradores inteiramente integrados à filosofia do hotel e capazes de brindar os hóspedes com gestos altamente expressivos de atenção e cordialidade.  Equipe que reúne, além dos sócios franceses  e do próprio Bruno Le Moal, o argentino de Mendoza, Juan Pablo Anzorena (Assistente de Direção), num total de 75 colaboradores, responsáveis pela administração, recepção, hospedagem, restaurante/cozinha, jardinagem e atendentes na barraca de praia, entre outros.

Todos trabalhando pela implantação do conceito “Ecolodge”, da elegância descontraída e ecológica de uma experiência boutique, conforme afirma Juan Pablo Anzorena: “gosto de frisar que buscamos implementar uma experiência boutique, mesclada com os detalhes minimalistas e criando uma experiência de elegância  e sofisticação que caracterizam a alma do Madeiro Beach Hotel. Sem perder as raízes de Pipa”.

Ao centro, Bruno Le Moal, Diretor do Madeiro Beach Hotel

Bruno Freitas Le Moal reitera que “a preservação da natureza está no coração do nosso empreendimento. Ter a oportunidade de avistar os golfinhos na praia todos os dias é algo indescritível. Acreditamos que o crescimento econômico é perfeitamente compatível com a preservação do meio ambiente e graças a isso, hoje Pipa é conhecida internacionalmente pela exuberância de sua natureza. Buscamos inspiração em diversos casos de sucesso na Europa e procuramos implementar esses processos a cada etapa do nosso empreendimento”.

Esforço integrado pela preservação da natureza

A área do hotel se estende por mais de 20 mil m2 estrategicamente localizados de frente para o mar e inseridos no bioma Mata Atlântica. Na vizinhança, o Santuário Ecológico de Pipa, um parque privado com mais de 90 hectares de área verde. Juntos, hotel e Santuário, assumem a responsabilidade de manter e preservar esse patrimônio natural.

Para realizar esse esforço preservacionista, o hotel e o Santuário trabalham em diversas frentes, entre elas, a capacitação dos funcionários envolvendo entre outros aspectos a participação no Projeto Tamar destinado à proteção de tartarugas marinhas, no uso rigoroso e exclusivo de “amenities” reutilizáveis e de garrafas de vidros nas habitações e também no apoio financeiro aos diversos órgãos e associações que  trabalham na região em prol da preservação ambiental.

O Madeiro Beach também participa do movimento Preserve Pipa, que tem por objetivo principal manter e conservar o Santuário Ecológico, na promoção e divulgação do destino Pipa, em ações de sustentabilidade ambiental e social e em investimentos relacionados à infraestrutura na cidade de Tibau do Sul, praia de Pipa e Sibauma.

Atualmente, o movimento conta com aproximadamente 50 hoteleiros e 40 empreendimentos locais, entre bares, restaurantes e agências de passeio. Para cada diária, o Madeiro Beach arrecada a taxa de Incentivo ao Turismo, no valor de R$ 3 e repassa 80% do valor para o Preserve Pipa.

O movimento tem a missão de conciliar o crescimento econômico com a preservação do meio ambiente, um trabalho que, na opinião de Bruno Le Moal, o Preserve Pipa, comandado pelo presidente Wanderson Borges, “vem fazendo com sucesso”.

 

Acomodações e plano de expansão

Interior do Chalé 1. Foto: Alberto Bandeira

Com o projeto de expansão realizado durante a pandemia, o Madeiro Beach Hotel passou a contar  com 35 acomodações, dos quais 16 são chalés e 19 suítes. Os chalés se dividem entre Vista Mar (dez quartos) e Vista Jardim (seis). Conta ainda com Suites Júnior Vista Jardim (cinco), Suites Master Vista Mar   (três), Suítes Júnior Vista Mar (duas), Suítes Master Vista Jardim (seis) e Suítes Familiares Vista Mar (três unidades).

O sucesso do empreendimento levou seus proprietários a projetarem sua expansão e estão trabalhando num projeto chamado “Glamping” (junção das palavras glamour e camping). A ideia por trás desse tipo de hospedagem é oferecer ao viajante um contato estreito com a natureza em um ambiente mais rústico, mas sem abrir mão do conforto e da infraestrutura de um hotel de luxo.

 

Bar da piscina. Foto: Alberto Bandeira

O novo espaço está sendo projetado para ser totalmente ecossustentável da construção, utilizando materiais sustentáveis, ao design voltado para a redução do impacto no solo, mas também no tratamento das águas usadas e dos resíduos sólidos. Os trabalhos de realização do projeto estão avançados e as obras devem ser iniciadas em 2025.

Feiras internacionais

De julho de 2021 ao mesmo mês deste ano, o Madeiro Beach Hotel recebeu um total de 4.870 hóspedes, a grande maioria (4.275 hóspedes) brasileiros, seguidos de franceses (184), portugueses (145), argentinos (116), dentre ouros.

Com o aumento do número de acomodações, o hotel tem procurado ampliar suas fronteiras comerciais e reforçar suas parcerias estratégicas. Visando divulgar a marca e conquistar mais hóspedes, o Madeiro Beach participará, em setembro, da feira internacional de turismo de luxo Pure Experience, a ser realizada em Marrocos. Para 2023, já estão agendadas participações nos Emotions (Buenos Aires e Sevilha) e no L.E. Miami, nos Estados Unidos, com o objetivo de levar ao trade de luxo as propostas e a excelência do estabelecimento.

Com sua clientela formada majoritariamente por brasileiros, aos quais se soma um número a cada ano crescente de franceses, portugueses e argentinos, o hotel vislumbra a possibilidade de, num futuro não distante, também atrair as atenções dos turistas chineses.

Para que isso aconteça, Bruno Le Moal ressalta que “a China é um mercado com um potencial enorme, mas para atrair seus turistas dependemos da melhoria da malha aérea do Aeroporto de Natal. Para isso, contamos com o apoio de Bruno Gikvani, que vem desenvolvendo um trabalho excepcional à frente da Promotur (Empresa Potiguar de Promoção do Turismo) em favor do turismo do Rio Grande do Norte e do nosso destino em especial”.

Para mais informações, visite: Gastronomy | Madeiro Beach Hotel and Resort

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta