Memorando firmado com o Exim-Bank dos EUA prevê até US$ 1 bilhão para financiar projetos no Brasil

0
744

Última atualização:

Brasília – O ministro da Economia, Paulo Guedes, e a presidente do Export-Import Bank dos Estados Unidos, Kimberly Reed, assinaram um Memorando de Entendimento com o objetivo de incrementar as relações econômico-comerciais entre os dois países, durante cerimônia no Palácio do Itamaraty, em Brasília, na manhã desta terça-feira (20), com a presença do presidente da República Jair Bolsonaro. A assinatura do documento ocorreu no contexto da visita da comitiva americana ao Brasil, chefiada pelo conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Robert O`Brien.

Em seu pronunciamento, o presidente Jair Bolsonaro celebrou a aproximação entre os governos do Brasil e dos Estados Unidos. “Nasceu entre nós um sentimento de cooperação, de buscar o bem para os nossos países”, ressaltou.

Memorando firmado com o Exim-Bank dos EUA prevê até US$ 1 bilhão para financiar projetos no BrasilPaulo Guedes disse que o acordo com o Exim-Bank “chega no momento exato em que a nossa infraestrutura, logística, cabotagem, mineração, petróleo, gás natural, todo esse horizonte de investimentos começa a ser desbloqueado”.

Segundo o ministro, o acordo será um importante passo para a facilitação de comércio e a convergência de marcos regulatórios. “No primeiro ano e meio de nosso governo, nós focamos nos gastos públicos e agora nós estamos abrindo os horizontes de investimento”, explicou.

Segundo a presidente do Exim-Bank americano, Kimberly Reed, “a disponibilidade de instrumentos de crédito à exportação dos Estados Unidos para o Brasil já ilustra a relação sólida e cooperativa e a aliança entre os nossos países. Com esse Memorando de Entendimento, nós trabalharemos de maneira mais próxima para explorar opções de utilização dos instrumentos do Exim-Bank, como financiamentos, garantias e seguro no valor de até US$ 1 bilhão”, destacou.

De acordo com o documento assinado hoje, as instituições dos dois países concordam em explorar e identificar oportunidades para utilizar o financiamento do Exim-Bank na forma de empréstimos, garantias e seguros visando facilitar a aquisição de bens e serviços provenientes dos Estados Unidos em projetos de investimentos no Brasil. A parceria prevê financiamento para uma lista não exaustiva de setores, que inclui telecomunicação, energia, infraestrutura, logística, mineração e indústria manufatureira.

Protocolo Comercial

A assinatura do Memorando de Entendimento entre o Ministério da Economia e o Exim-Bank ocorre um dia após a celebração de ambicioso pacote comercial entre Brasil e Estados Unidos nas áreas de facilitação de comércio, boas práticas regulatórias e anticorrupção. O objetivo é que este pacote forme a base de um amplo acordo comercial a ser futuramente negociado entre as duas maiores economias do continente americano.

Firmado pelos ministros da Economia, Paulo Guedes, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, o pacote comercial insere-se em um contexto mais amplo da política de comércio exterior brasileira, cuja principal finalidade tem sido criar ambiente econômico favorável aos negócios e à reinserção competitiva do Brasil na economia internacional.

Segundo estimativa da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), reformas profundas em facilitação de comércio podem reduzir em até 14,5% os custos de uma operação de comércio no Brasil.

(*) Com informações do Ministério da Economia

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta