Mercedes se aproxima da meta de exportar 350 caminhões para o Oriente Médio e África em 2018



Última atualização: 6 de Dezembro de 2018 - 10:32
0
11

São Paulo – A Mercedes-Benz do Brasil embarcou em de novembro mais 40 caminhões semipesados Atego 1726 4×4 para Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos. Até agora, neste ano, a Mercedes-Benz exportou 53 caminhões Atego 4×4 para Abu Dhabi, informou a assessoria da empresa.

‘Atingimos um aumento de 30% nas vendas do Atego 4×4 para Abu Dhabi’, diz Roberto Leoncini, da Mercedes

“Com essa negociação, atingimos um aumento de 30% nas vendas do Atego 4×4 para Abu Dhabi”, disse Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, segundo nota da companhia. Ao longo ano passado, haviam sido exportados apenas 42 Atego 4×4 para Abu Dhabi.

O negócio é mais uma investida da empresa para avançar em sua meta de aumentar em 40% as exportações de caminhões ao Oriente Médio e África. “Estamos caminhando dentro da nossa expectativa de aumento de 40% nas exportações de caminhões para as regiões do Oriente Médio e África, com venda de 350 unidades em 2018”. O crescimento esperado é sobre o ano de 2017, quando foram vendidos 260 caminhões brasileiros para o Oriente Médio e África.

Os países da região para os quais a empresa mais exportou no ano de 2018 foram Argélia, Emirados Árabes e Egito. De janeiro a novembro deste ano, a Mercedes do Brasil embarcou um total de 250 caminhões para o Oriente Médio e África, entre eles, os 53 caminhões para Abu Dhabi.

No caso dos últimos embarques para a capital dos Emirados, a empresa precisou otimizar a logística. Foram embarcados quatro lotes de 10 unidades cada. Segundo a empresa, o último embarque enviou os Atego à Emirates Motor Company, concessionária credenciada da Mercedes-Benz na cidade. O público-alvo são clientes que atuam no transporte de água, óleo e gás, serviços municipais, transporte de cargas e construção civil, considerados para uso misto de curtas ou médias distâncias, que atuam na cidade, vias não pavimentadas e deserto.

Para atender o mercado de Abu Dhabi, a Mercedes informou que os modelos saem de fábrica com modificações, como os pneus largos super single 365/85. O objetivo é aumentar a eficiência nas operações fora de estrada no deserto. Os caminhões também têm escape vertical, iluminação externa de emergência no teto da cabine (giroflex), além de painel de instrumentos em árabe.

(*) Com informações da ANBA

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta